Empréstimos do Banco do Povo Paulista crescem 103% na Baixada Santista

Empreendedores solicitaram R$ 301,3 mil com a menor taxa de juros do país. Foram R$ 301,3 mil emprestados, contra R$ 147,9 mil do ano passado

Comentar
Compartilhar
25 MAR 201415h14

Após 30 dias da redução da taxa de juros e ampliação do limite de crédito, o Banco do Povo Paulista (BPP) cresceu 103% no montante concedido aos microempreendedores da região no comparativo com o mesmo período do ano passado. Foram R$ 301,3 mil emprestados, contra R$ 147,9 mil. Atualmente, são 514 cidades atendidas e 524 unidades instaladas no Estado.

Prestes a completar 16 anos, o BPP - maior programa de microcrédito do país, gerenciado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT) - oferece linhas de crédito aos microempreendedores que variam entre R$ 200 e R$ 20 mil, que podem ser quitadas em até 36 parcelas. A taxa de juros mensal de 0,35% é a menor do país. Não há taxas adicionais.

“O Banco do Povo Paulista favorece a geração de emprego e o aquecimento das economias locais, por meio da promoção de atividades produtivas. Em 15 anos, o programa emprestou mais de R$ 1,27 bilhão”, diz o secretário estadual do Emprego, Tadeu Morais.

Podem solicitar empréstimos pessoas físicas ou jurídicas (ou seja, os informais também podem se beneficiar) desde que não ultrapassem faturamento mensal de R$ 30 mil. Trata-se de crédito para fins produtivos. O BPP não faz empréstimo para consumo. Depois de ter o cadastro aprovado, o empreendedor recebe o dinheiro em até 72 horas.

Atualmente, são 514 cidades atendidas e 524 unidades instaladas no Estado (Foto: Divulgação)

“Além dos microempreendedores, o BPP também disponibiliza linhas de créditos especiais destinadas a mutuários da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) que desejam reformar ou ampliar o imóvel, a motofretistas que precisam se adequar à nova regulamentação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a taxistas que queiram investir na profissão e produtores rurais. A taxa de juros é a mesma oferecida aos microempreendedores: 0,35% ao mês”, conta Antonio Mendonça, diretor-executivo do BPP. 

Confira relação completa de agências, no site: www.bancodopovo.sp.gov.br