X
DIA DAS MÃES

E-commerce: esperar por aprovação de compras incomoda 43% dos consumidores

Para evitar abandono de carrinhos em mais uma data de grandes vendas, o comércio eletrônico deve considerar que 41% dos consumidores buscam segurança, aponta pesquisa

43% dos compradores se sentem incomodados com a espera na análise das transações / Divulgação

Dia das Mães está chegando e o comércio eletrônico tende a manter-se aquecido entre 91% da população que já faz compras virtuais. Mas a verdade é que muita gente deixa as compras para última hora e, no momento de concluir o pedido, quase metade das pessoas (43%) se sentem incomodadas com a espera na análise das transações.

Dentre elas, 29% não gostam de aguardar e preferem que a aprovação do pedido seja confirmada imediatamente após o processo de pagamento ter sido realizado no site. Já 11% se incomodam ao ter que acompanhar atualizações por e-mail ou quando apenas são informados sobre algum problema algum tempo depois da compra online. Estes são alguns dados da pesquisa da Signifyd sobre as expectativas dos brasileiros, realizada este mês, com mais de 600 consumidores (95% de significância e 4,38% de margem de erro).

O consumidor pode não saber que as avaliações de uma transação financeira estão relacionadas à sua própria segurança. O problema, entretanto, toma maiores proporções quando essa avaliação é feita de forma manual: a demora ocasionada por este tipo de proteção contra fraudes pode impactar tanto os compradores quanto os e-commerces.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

"É possível diminuir o impacto da espera e garantir que fraudes não atinjam nem o comércio e, muito menos, a experiência do consumidor. Contar com inteligência artificial e análise de dados em tempo real possibilita pular uma barreira. Acostumados a 'deixar para a última hora', o que os compradores menos querem é ter atrasos e surpresas em suas transações",explica Gabriel Vecchia, Diretor Comercial da Signifyd, empresa de tecnologia aplicada de análise de transações em tempo real.

Ainda de acordo com a pesquisa da Signifyd, ao comprar pela primeira vez em um site 72% dos consumidores consideram importante e seguro que a loja realize uma validação de autenticidade da sua identidade. Porém, 21% reclamam, mesmo concordando que é uma etapa necessária. Para 6%, há um incômodo maior, pois desejam finalizar logo a compra. "Mesmo que 2% desista da compra por considerar o procedimento uma burocracia, essa parcela pode representar uma diferença importante para o e-commerce, especialmente quando se perde a recorrência desses consumidores", completa Gabriel.

A relação entre o comprador e loja pode ficar comprometida em 3 a cada 10 casos em que as compras não são reconhecidas pelo titular em seu cartão de crédito. 28% são categóricos em afirmar que não voltariam a comprar em tal loja; 57% compraria novamente desde que fossem ressarcidos em 100% do valor cobrado indevidamente. Caso haja algum tipo de acordo, 12% voltariam a comprar na loja, e somente 2% manteriam a compra no local, mesmo que não tivessem o valor devolvido.

"O uso de tecnologias avançadas para identificar comportamentos fraudulentos e agir rapidamente, gera segurança e conforto ao consumidor. Para o e-commerce aumenta o potencial de proteção das receitas e os lucros, além de boa reputação da marca. Ela passa a ser reconhecida como uma empresa confiável, preocupada com seu consumidor, evitando risco para os dois lados", finaliza Gabriel Vecchia.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Guarujá

Workshop sobre de gestão portuária e empresarial acontece na quinta-feira (30)

As inscrições podem ser realizadas até a próxima segunda-feira (27); haverá certificação internacional para os participantes

Litoral Norte

Inverno quente no Circuito Litoral Norte de São Paulo: atrativos e eventos agitam a temporada

Mesmo durante a estação mais fria do ano, as cinco cidades continuam formando um dos principais destinos do estado para curtir a natureza

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software