Dólar supera R$ 2,87 e volta a fechar no maior valor desde 2004

O dólar operou em alta durante toda a sessão. Na máxima do dia, por volta das 15h30, a moeda atingiu R$ 2,88

Comentar
Compartilhar
11 FEV 201519h31

O dólar comercial voltou a subir nesta quarta-feira (11), fechando novamente no maior valor em mais de dez anos. A divisa fechou o dia vendida a R$ 2,879, com alta de 1,33% (R$ 0,038). A cotação é a mais alta desde 25 de outubro de 2004, quando a moeda norte-americana fechou a R$ 2,882.

O dólar operou em alta durante toda a sessão. Na máxima do dia, por volta das 15h30, a moeda atingiu R$ 2,88. Uma hora mais tarde, a cotação caiu para R$ 2,86, mas voltou a subir perto do horário de fechamento do mercado. A divisa acumula alta de 6,87% em fevereiro e de 8,11% em 2015.

Além de fatores internos, o câmbio está sendo pressionado por turbulências internacionais. Nos últimos dias, diretores do Federal Reserve, Banco Central norte-americano, indicaram que o órgão pode aumentar os juros da maior economia do planeta em breve. Taxas mais altas nos países desenvolvidos reduzem o fluxo de capital para países emergentes, como o Brasil.

O dólar comercial voltou a subir nesta quarta-feira (Foto: Agência Brasil)

A possibilidade de que a Grécia abandone a zona do euro também tem provocado instabilidades. Hoje, os ministros das Finanças dos países que adotam a moeda única iniciaram uma reunião em Bruxelas para discutir a proposta do novo governo grego de aliviar a austeridade imposta em troca de dois resgates de 240 bilhões de euros e renegociar a dívida pública, que equivale a 190% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijssebloem, afastou a hipótese de chegar rapidamente a um acordo, mas afirmou que há disponibilidade para ouvir os planos do novo governo grego. Ele apontou, como ponto de partida, o atual programa de ajustes econômicos associados ao resgate, cujo acordo termina no fim deste mês.

Colunas

Contraponto