Dólar cai a R$ 3,38 e Bolsa sobe na véspera de plebiscito no Reino Unido

O bom humor se mantém nos mercados globais nesta quarta-feira (22)

Comentar
Compartilhar
22 JUN 2016Por Folhapress16h00
A moeda americana à vista perdia há pouco 0,48%, a R$ 3,385; o dólar comercial cedia 0,58%, a R$ 3,387A moeda americana à vista perdia há pouco 0,48%, a R$ 3,385; o dólar comercial cedia 0,58%, a R$ 3,387Foto: Divulgação

O bom humor se mantém nos mercados globais nesta quarta-feira (22). Apesar de as pesquisas de intenção de voto não indicarem com clareza se a proposta de permanência do Reino Unido na União Europeia será vencedora no plebiscito desta quinta-feira (23), investidores apostam neste cenário. Com isso, as Bolsas sobem, e o dólar perde terreno frente às principais moedas.

O mercado doméstico segue o movimento no exterior. O dólar cai para a casa dos R$ 3,38, e o Ibovespa opera em alta. Os juros futuros e o CDS (credit default swap) brasileiro, indicador de percepção de risco, recuam.

Os investidores repercutem ainda a aprovação da Lei de Responsabilidade das Estatais, no Senado, e da possibilidade de as companhias aéreas brasileiras terem 100% de capital estrangeiro, na Câmara. "Essas votações mostram a força e a capacidade de negociação do governo Temer no Congresso", avalia Ignacio Crespo Rey, economista da Guide Investimentos.

A moeda americana à vista perdia há pouco 0,48%, a R$ 3,385; o dólar comercial cedia 0,58%, a R$ 3,387.

No mercado de juros futuros, o contrato de DI para janeiro de 2017 passava de 13,745% para 13,735%, e o DI para janeiro de 2021 caía de 12,470% para 12,440%.

O CDS, espécie de seguro contra calote, perdia 1,51%, aos 323,733 pontos, no menor patamar do ano.

BOLSA

O Ibovespa ganhava há pouco 0,43%, aos 51.058,21 pontos.

As ações da Petrobras avançavam 1,78%, a R$ 9,70 (PN), e 1,67%, a R$ 12,14, impulsionados pela alta do petróleo no mercado internacional.

Os papéis da Vale ganhavam 4,18%, a R$ 12,96 (PNA) e 3,46%, a R$ 16,14 (ON), beneficiados pela valorização do minério de ferro na China.

No setor financeiro, Itaú Unibanco PN subia 0,81%; Bradesco PN, +1,52%; Banco do Brasil ON, +1,51%; Santander unit, +0,72%; e BM&FBovespa ON, +2,00.

Fora do índice, as ações da Oi se recuperam das fortes perdas da véspera, em reação ao pedido de recuperação judicial da companhia. Há pouco, o papel PN ganhava 12,34%. a R$ 0,91, e o ON subia 8,69%, a R$ 1,25.

EXTERIOR

Na Bolsa de Nova York, o índice S&P 500 avançava 0,45%; o Dow Jones, +0,36%; e o Nasdaq, +0,54%.
Na Europa, a Bolsa de Londres ganhava 1,15%; Paris, +0,97%; Frankfurt, +1,19%; Madri, +1,04%; e Milão, +0,02%.

A maior parte das Bolsas subiu na Ásia. O índice Nikkei da Bolsa de Tóquio, porém, perdeu 0,64%, pressionado pela valorização do iene, que prejudica exportadores.