X
Economia

Consumidores optam por presentes até R$ 200

Intenção de quem vai presentear este ano é adquirir produtos com ticket médio de R$ 100 a R$ 200, aponta pesquisa realizada pelo SincomércioBS

O dinheiro será a principal modalidade de pagamento, de acordo com 45% das pessoas / Rodrigo Montaldi/Arquivo/Diário do Litoral

A intenção de quem vai presentear no Natal este ano é adquirir produtos com ticket médio de R$ 100 a R$ 200. Essa é a preferência de 29% dos participantes que responderam à pesquisa realizada pelo Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista (SincomércioBS). Artigos com valor abaixo de R$ 100,00 são a pedida de 27% e, para 17%, o custo deverá ficar em volta de R$ 200,00 e R$ 300. A pretensão de desembolsar acima de R$ 400 simboliza 15%, enquanto 12% procuram aquisições na faixa de R$ 300 a R$ 400.

Dos que irão às compras, 20% planejam dividir o orçamento com mais de cinco objetos para familiares e amigos, outros 20% gastarão com quatro. Os que não sabem ao certo o número de mercadorias, chegam a 29%. Também representados, estiveram os que investem em três (15%), dois (12%) e um (5%).

Os mais procurados devem ser os itens de vestuário (58%) e perfumes e cosméticos (27%). Avaliação também demonstrada por aqueles que ainda não se decidiram (27%). Foram mencionados, ainda, brinquedos (25%), bolsas e acessórios (17%) e óculos (10%). Jóias e bijuterias, casa, mesa e banho, eletrodomésticos e livros, pontuaram em 2% cada. Móveis, eletrônicos e de utensílios de informática não foram citados. No questionário, havia a possibilidade de selecionar uma ou mais sugestões.

Caracterizadas como maior atrativo em um comércio na hora de fechar o negócio, estão as promoções e liquidações (59%), mas o bom atendimento também tem destaque para os entrevistados (56%). Uma vitrine bem arrumada instiga 27%, enquanto outros 22% são atraídos por inovações no mercado. Por fim, as propagandas na TV, jornais e rádios (5%) e nas redes sociais (7%) conquistaram espaço reduzido nas alternativas. Era possível adicionar múltiplas escolhas. 

Dos 24% consumidores que investirão na compra de enfeites natalinos, 70% pensam em manter a quantia entre R$ 50 e R$ 100, enquanto 30% não gastarão mais de R$ 50. Já acima de R$ 100 não houve manifestações de consumidores.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CAMPANHA

Destinação Criança: doações podem ser feitas até o final do ano

Interessados poderão ter abatimento na declaração de Imposto de Renda

Criança faz campanha para ajudar Fundo Social de Praia Grande

Miguel, de 8 anos, mobilizou parentes e amigos para juntar tampinhas de garrafas pet, que serão utilizadas para comprar cadeiras de rodas

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software