X

Economia

Concurso internacional comprova que Bahia produz melhores cafés do mundo

No final de outubro, cafeicultores baianos classificaram 18 amostras entre as 37 premiadas no Cup Of Excellence 2018, o principal e mais tradicional concurso de café especial do mundo

Nilson Regalado

Publicado em 05/11/2018 às 11:09

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Os melhores cafés do mundo estão sendo colhidos na Bahia. Mais precisamente, nas terras altas da Chapada Diamantina, região central do Estado. No final de outubro, cafeicultores baianos classificaram 18 amostras entre as 37 premiadas no Cup Of Excellence 2018, o principal e mais tradicional concurso de café especial do mundo. 

No total, dezessete grãos plantados no município de Piatã e um de Barra do Choça estão na lista dos melhores do mundo. O resultado foi divulgado dia 21, em Guaxupé, sul de Minas Gerais. Mas a Chapada de Minas Gerais e o Cerrado Mineiro também se destacaram.

A maior parte desses produtores mantêm fazendas com até quatro hectares. Ou seja, são pequenos sitiantes familiares. Dos 300 cafeicultores da Chapada Diamantina, 120 produzem cafés especiais. Esses grãos, com sabor e aroma diferenciados, chegam a valer três vezes mais que o chamado café commodity, o grão comum, de menor qualidade. Os cafés gourmet possuem acidez acentuada, similar à escala de vinhos, e remetem a sabores que lembram mel, chocolate, pêssego, bergamota, mirtilo, cana de açúcar, amora e frutas cítricas.

A partir de agora, quando começa a venda da safra 2017/2018, as fazendas da região passam a receber compradores de várias partes do mundo. São pessoas que querem conhecer de perto a história que está por trás desses grãos tão especiais, impulsionando o turismo rural.

O Cup of Excellence é promovido pela Associação Brasileira de Cafés Especiais em parceria com a Alliance for Coffee Excellence e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos. O júri é formado por 29 juízes de dez países, que avaliaram mil lotes. 

Durante a avaliação a comissão julgadora concede pontos para os melhores grãos, numa escala de pontuação que vai de 0 a 100 pontos. Os cafés premiados possuem mais de 85 pontos. Muitos grãos de Piatã atingiram pontuação acima de 90.

Os juízes vêm dos Estados Unidos, Japão, China, Cingapura, Bulgária, Rússia, Inglaterra, Austrália, Índia e Alemanha e representam as principais empresas compradoras internacionais do produto.

Em 2017, japoneses e australianos arremataram um dos lotes vencedores do concurso por R$ 55 mil a saca de 60 quilos. Colhido em Minas Gerais, este foi o grão mais caro de todos os tempos, o equivalente a R$ 917,00 o quilo, ou US 40,00 a xícara.

Alerta: vírus chinês...
Um vírus que infecta o intestino de porcos e provoca gastroenterite aguda (diarreia) em humanos foi detectado pela primeira vez no Brasil. O vírus é originário da China e pode ter entrado no Brasil através de carne suína contaminada. 
 
...entrou no Brasil...
O patógeno foi encontrado nas fezes de uma criança, acometida de severa gastroenterite. O vírus infecta o verme Ascaris suum e foi descrito agora por pesquisadores brasileiras e dos EUA em artigo publicado na revista Virus Genes.
 
...e pode matar!
Segundo especialistas, estima-se que existam 87 milhões de vírus desconhecidos no mundo. Hoje, o Comitê Internacional de Taxonomia Viral reconhece 4.404 espécies de vírus, o que significa que mais de 99,99% dos vírus permanecem desconhecidos ou não classificados.
 
Vai uma loira?
A chuva intensa e os fortes ventos registrados nos últimos dias na região central do Paraná deverão derrubar a produtividade de cevada na próxima safra, em prejuízo, também, da qualidade do cereal, matéria-prima da cerveja...
 
Tim-tim
De janeiro e agosto, o Brasil exportou 2,8 milhões de litros de vinho, 53% a mais na comparação com 2017. Os principais compradores foram Paraguai, EUA e Reino Unido. E a ­expectativa é de aumento nas vendas porque a safra gaúcha deste ano apresenta ótima qualidade.

 

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Motorista enfrenta trânsito lento e congestionado nesta sexta-feira

Os motoristas que estão utilizando as rodovias da Região, enfrentam lentidão para chegar em seus respectivos destinos

Guarujá

Suman relembra tragédia e diz que Guarujá está preparada para chuvas

O temporal teve início na noite de 2 de março de 2020 e perdurou durante a madrugada do dia 3

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter