CNDL aponta queda da inadimplência em outubro

No acumulado dos dez meses do ano, a inadimplência cresceu 3,56%, na comparação com os dez meses de 2012

Comentar
Compartilhar
12 NOV 201315h24

A inadimplência no comércio varejista caiu 1,17% em outubro ante igual mês do ano passado. Na comparação com setembro, porém, a inadimplência avançou 0,07%. No acumulado dos dez meses do ano, a inadimplência cresceu 3,56%, na comparação com os dez meses de 2012.

A pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), realizada em parceria com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), envolve a consulta a mais de 150 milhões de cadastros de pessoas físicas (CPFs) em 1,2 milhão de pontos de vendas credenciados.

Na avaliação do presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, a queda verificada em outubro reflete mais cautela e disciplina dos consumidores em relação aos compromissos adquiridos no passado. Dados do SPC Brasil mostram que desde março a inadimplência do consumidor brasileiro vem avançando mais moderadamente, intercalando desacelerações com quedas.

"O atual momento, em que os juros estão mais caros, reflexo dos recentes aumentos da taxa Selic, em que a inflação alta diminui o poder de compra, faz que o consumidor dê mais valor ao dinheiro e tenha mais disciplina ao pagar as prestações", afirma o dirigente.

A inadimplência no comércio varejista caiu 1,17% em outubro ante igual mês do ano passado. Na comparação com setembro, porém, a inadimplência avançou 0,07% (Foto: Divulgação)

Economistas do SPC Brasil estimam que a inadimplência deva continuar em patamares moderados por causa da chegada das festas de fim de ano, período em que tradicionalmente há uma maior recuperação do crédito, voltando a crescer com mais força no início de 2014.