X
Economia

ANAC autoriza reajuste em tarifas de aeroportos

Os novos valores passarão a valer em 30 dias

A Anac autorizou o aumento de 4,5833% nas tarifas dos terminais administrados pela Infraero / Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou ontem o aumento de 4,5833% nas tarifas aeroportuárias dos terminais administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Os valores recaem sobre as tarifas de embarque, conexão, pouso e permanência.

Com o reajuste, a tarifa máxima de embarque doméstico a ser paga pelos passageiros passará de R$ 29,90 para R$ 31,27. Já a tarifa máxima de embarque internacional de R$ 115,64 para R$ 118,06. A agência autorizou ainda o reajuste nos tetos das tarifas de armazenagem e capatazia de cargas de 2,94%. Os novos valores passarão a valer em 30 dias.

“O reajuste foi aplicado sobre os tetos estabelecidos pela Portaria nº 169/SRA, de 17 de janeiro de 2017, considerando a inflação acumulada entre dezembro de 2016 e dezembro de 2017, medida pela variação do IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo do IBGE observada no período”, informa a agência.

A Anac está divulgando o ranking com as manifestações dos usuários.

Os dados, coletados a partir de janeiro de 2017, são apresentados por empresa aérea e podem ser consultados em www.consumidor.gov.br. Segundo a Anac, mais de 12 mil demandas de usuários foram respondidas. “Na apuração divulgada ontem estão a quantidade de reclamações registradas; o prazo médio de resposta pela empresa; o índice de solução das demandas conforme a avaliação dos consumidores; e o índice de satisfação dos consumidores com o atendimento prestado pelas empresas na plataforma”, informou a Anac.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ENTREVISTA

Suplicy lança biografia e fala de admiração por Mano Brown e Martin Luther King

Em entrevista ao Diário do Litoral e à Gazeta de S. Paulo, Suplicy conta sobre sua autobiografia, defende renda básica e fala da admiração por Mano Brown, Lula e Martin Luther King Jr

Saúde

SOS Verão: quais são os problemas típicos na pele e como evitar

Período é a época do ano em que a nossa pele mais sofre em decorrência da maior exposição ao sol pelos raios UVA e UVB, do contato com o cloro de piscinas e o sal do mar

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software