1,96% dos cheques movimentados em 2017 foram devolvidos por falta de fundos

O número representa uma queda de 0,34 ponto porcentual em relação aos 2,30% registrados no ano de 2016

Comentar
Compartilhar
26 JAN 2018Por Estadão Conteúdo18h31
A parcela de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) em relação ao total de cheques movimentados em 2017 ficou em 1,96%Foto: Divulgação

A parcela de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) em relação ao total de cheques movimentados em 2017 ficou em 1,96%, aponta a Boa Vista SCPC. O número representa uma queda de 0,34 ponto porcentual em relação aos 2,30% registrados no ano de 2016.

Em termos absolutos, 9,88 milhões de cheques foram devolvidos em 2017, muito abaixo dos 13,54 milhões retornados no ano anterior, o que representa uma queda de 27,03%. Em relação ao total de cheques movimentados no ano passado, houve uma queda de 14,57% na comparação anual, passando de 589,94 milhões em 2016, para 503,93 milhões em 2017.

Em dezembro, a proporção de cheques devolvidos ficou em 1,92%, ligeiramente acima do 1,90% registrado em novembro. A Boa Vista SCPC atribuiu o avanço a uma "queda mais acentuada na quantidade de cheques movimentados (-1,6%) em comparação aos cheques devolvidos (-0,4%)".