Fim de ano com contação de histórias no SESC Santos

Criançada de férias tem duas opções para se divertir no último final de semana de 2012.

Comentar
Compartilhar
20 DEZ 201212h22

A programação infantil do SESC Santos fecha o ano com duas apresentações de contação de histórias. No sábado (29) às 17h30, na Toca, a Cia Sá Totonha apresenta “A Princesa que só se casava com quem se escondesse e ela não visse onde”, divertida história em que uma princesa mimada faz de tudo para que seu pai, o Rei, desista de arranjar-lhe um pretendente. Ela usa de sua astúcia para “desclassificar” todos os moços interessados no campeonato de esconde-esconde. Até que um deles toca-lhe o coração e ela se rende a paixão.

No domingo (30) no mesmo horário, a Cia Sá Totonha volta à Toca para apresentar as “Façanhas de Zé Burraldo”, história que apresenta um herói ao contrário, contrapondo os heróis valentes e invencíveis dos contos universais. Zé Burraldo é distraído, ingênuo, fracassado, faz mil coisas erradas, mas no fim, meio sem querer, acaba se dando bem. Um herói atrapalhado, humano e na sua fragilidade, muito parecido com todos nós. As apresentações são gratuitas.

Fundada em Pernambuco, a Sá Totonha, reúne atores, músicos e educadores, desde a sua criação. (Foto: Divulgação)

A Cia

Fundada em Pernambuco, a Sá Totonha reúne atores, músicos e educadores e, desde a sua criação, pesquisa o universo dos contos e histórias orais passadas de geração em geração, promovendo o resgate dessa antiga arte pelo Brasil afora. O nome é referência à Negra Totonha, que circulou no passado por povoados dos estados de Pernambuco e Paraíba, contando histórias fantásticas e que virou, mais tarde, personagem da obra de José Lins do Rego.

A Cia. Sá Totonha tem como fundador o pernambucano Márcio Maracajá, ator, artista plástico e educador, que possui inúmeras vivências e experiências junto às crianças em escolas de educação infantil, ensino fundamental e crianças especiais, utilizando o teatro, o desenho, a pintura e a escultura. Nos trabalhos com contações de histórias, a Cia. Sá Totonha apresenta música ao vivo com violão e percussão interpretada pelos próprios contadores, que estabelecem um clima lúdico nas histórias, relembram as canções que recheiam a cultura circense e levam o público ao mundo mágico do circo.