X

Diário Mais

Veja 5 dicas para sobreviver a um apocalipse zumbi que ninguém pensou antes

Em meio a tantas notícias de tragédias, é sempre bom ler algo diferente para se divertir

Jeferson Marques

Publicado em 02/04/2024 às 12:50

Atualizado em 02/04/2024 às 13:11

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Trazemos aqui 5 dicas para sobreviver a um apocalipse zumbi / Foto de Cottonbro Studio/Pexels

Tudo bem, concordamos que é praticamente impossível acontecer um apocalipse zumbi. Porém, se você chegou até aqui foi pela curiosidade, certo? Ou por querer ler algo diferente e divertido em meio a dias tão estressantes e notícias tristes, correto? E não tem problema algum quanto a isso, afinal de contas, o entretenimento também serve como 'informação'. Ou, ao menos, como um bom passatempo.

Siga as notícias do Diário do Litoral no Google Notícias

Assim como em "A Noite dos Mortos-Vivos", "Madrugada dos Mortos", "The Walking Dead", "Zumbilândia", "Guerra Mundial Z" dentre outros, os zumbis fazem parte do imaginário popular e sempre rendem boas discussões para quem curte este tipo de conteúdo.

Trazemos abaixo 5 dicas que ninguém havia pensado antes para, caso aconteça um apocalipse zumbi por aí, você tenha alguma chance de sobreviver.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Se desligue um pouco do mundo real e aproveite os próximos minutos de uma leitura leve e descontraída.

Casa do Horror é atração do Free Play em Bertioga

Dica 1 - E da próxima vez, vá morder a sua vó!

Os zumbis adoram morder, certo? E alguns ainda são sedentos por cérebros. Mas o que ninguém pensou é que, no caso de um apocalipse zumbi, basta enrolar toalhas nos braços. Sim, queremos ver qual zumbi será capaz de encostar os dentes na sua carne. Duvida? Pegue uma toalha aí na sua casa, agora, enrole-a em seu braço e dê uma mordida. O dentista é por sua conta.

Dica 2 - Desculpa, totó

Em um apocalipse zumbi as pessoas vão sair na porrada e até morrer por causa de comida. Sim, pois os alimentos ficarão escassos com o passar das semanas. Porém, enquanto eles brigam por pães, carne, bolachas, frutas e tudo mais, você pode comer a ração do seu totó de estimação. Elas não fazem mal aos seres humanos e servem como alternativa para que você não entre em atrito com os que querem a última barra de chocolate do mercadinho da esquina. Todavia, é bom se explicar pro seu pet, que talvez não curta a ideia de dividir o rango dele com você. Conversem.

Dica 3 - Lança, eu te amo

As lanças são armas fáceis de se construir. Elas não exigem materiais caros ou raros, fazem um bom estrago - quando usadas da forma correta - e, ainda, não precisam de nenhum treinamento para uso. Um cabo de rodo ou vassoura, por exemplo, pode se tornar uma lança mortal contra zumbis. Todavia, não vá sair por aí "metendo o louco" e querendo fazer uma chacina de mortos-vivos apenas com uma lança em mãos. Seria muita burrice... digo... ousadia.

Dica 4 - Tenha um álcool com você, e não dentro de você

O álcool é ótimo para desinfectar machucados, serve como combustível, limpa que é uma beleza e ainda pode ser usado como arma contra os zumbis. Basta jogar um pouco neles, tacar fogo e sair correndo. Mas, é sempre bom lembrar que, diante de um apocalipse zumbi, não seria interessante ter álcool dentro de você, circulando em seu corpo. Vai que ele te encoraje a ser o burro... digo, o ousado da Dica 4?

'Feriado Sangrento' é o slasher que os fãs do gênero pediam

Dica 5 - Um motociclista que não é motociclista

Meio confuso, né? É que eu ingeri o álcool da Dica 5. Mentira.

As roupas e acessórios de um motociclista profissional são resistentes e fabricadas para proteger contra quedas, arranhões e outros traumas mais fortes. Usá-las em um apocalipse zumbi pode te deixar mais protegido contra mordidas, concorda? Elas te ajudarão a sobreviver, mas não são infalíveis. Meia duzia de zumbis podem não conseguir rasgá-la, mas algumas dezenas te devoram vivo com roupa e tudo.

Gostou das nossas dicas de sobrevivência em um apocalipse zumbi? Tem mais dicas para dar?

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

Nunes lidera corrida eleitoral em SP, seguido por Boulos e Tabata

Atual prefeito tem 26% das intenções de voto do eleitorado paulistano; Boulos aparece com 17%, seguido por Tabata, com 10%

Esportes

Santos chega a acordo e transfer ban acaba

O alvinegro agora pode inscrever jogadores na Série B

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter