X

Diário Mais

Um dos primeiros engenhos do Brasil fica em Santos e pode ser visitado; conheça

O Engenho São Jorge dos Erasmos foi provavelmente edificado em 1534 por ordem de Martim Afonso de Souza. Saiba como visitá-lo

Da Reportagem

Publicado em 30/03/2024 às 11:25

Atualizado em 30/03/2024 às 11:39

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O Engenho São Jorge dos Erasmos foi provavelmente edificado em 1534 por ordem de Martim Afonso de Souza / Divulgação

Você sabia que um dos três primeiros engenhos de cana de açúcar da história do Brasil foi erguido onde hoje é a Zona Noroeste de Santos, permanece de pé até e recebe visitantes diariamente? O Engenho São Jorge dos Erasmos foi provavelmente edificado em 1534 por ordem de Martim Afonso de Souza, donatário da então Capitania de São Vicente, junto com os primeiros assentamentos portugueses da região.

Siga as notícias do Diário do Litoral no Google Notícias

Engenho dos Erasmos ganha filme em 3D e visitação virtual; confira

O local representa um dos mais notáveis monumentos do passado econômico do Brasil, sendo o único existente no Estado de São Paulo. Ele foi reconhecido como patrimônio histórico em todas as instâncias (IPHAN, CONDEPHAAT e Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos - CONDEPASA).

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Conforme relatado por historiadores, sua fundação ocorreu simultaneamente à formação do povoado hoje conhecido como bairro Vila São Jorge, por volta de 1534. Martim Afonso de Souza estabeleceu, na época, o chamado Engenho do Senhor Governador, ou Armadores do Trato, com seu irmão Pedro Lopes e outros, como Johan Van Hielst, representante em Lisboa da casa comercial da família Schetz, de Antuérpia.

Cerca de seis anos mais tarde, em 1540, após a partida de Martim Afonso de Souza para a Índia, o local foi renomeado para Engenho São Jorge dos Erasmos, tanto devido aos seus novos proprietários, chamados Erasmos Schetz de Antuérpia e seus filhos, quanto à Capela de São Jorge que existia no local, que emprestou seu nome ao bairro. São Jorge era um dos santos padroeiros de Portugal naquela época.

No auge de sua operação, o engenho contava com um moinho movido a água, capela, casa da moenda ou de engenho, casa das fornalhas, casa das caldeiras ou dos cobres e casa de purgar.

Revitalização vai atrair mais visitantes ao Engenho dos Erasmos

Em 1958, o terreno, situado na Rua Alan Cíber Pinto nº 96, em Santos, foi cedido à Universidade de São Paulo (USP) por Octávio Ribeiro de Araújo, da empresa que urbanizou a Vila São Jorge, para fins de preservação. Suas instalações foram restauradas e reabertas em 2005.

Durante estudos realizados pela USP, foram descobertas formas de pão de açúcar sob uma camada de cinzas, provavelmente resultado do incêndio de 1615 causado pelo pirata holandês Joris van Spielbergen, em represália à recusa em fornecer-lhe os mantimentos necessários.

Além disso, escavações no local revelaram dezenove esqueletos humanos. Análises de DNA e pesquisas genéticas confirmaram que dezessete eram de indígenas e os outros dois de africanos.

Planeja fazer uma visita?

Quem desejar explorar este importante patrimônio cultural terá a oportunidade de participar de visitas guiadas por educadores e estagiários de diversas áreas do conhecimento e poderá se envolver em atividades educativas como jogos, dinâmicas e outras iniciativas.

As visitas são gratuitas e podem ser agendadas por telefone, de terça a sábado, das 9h às 16h, através do número (13) 3229-2703 ou pelo e-mail [email protected].

O Engenho dos Erasmos está localizado na Rua Alan Ciber Pinto, 96, na Vila São Jorge, Zona Noroeste de Santos.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

PROTESTOS

Jogadoras protestam contra retorno de treinador acusado de assédio ao Santos

Kleiton Lima havia deixado o cargo em setembro de 2023, após ser acusado de assédio sexual e moral por 19 jogadoras; Santos recontratou profissional nesta terça

REGIÃO NORTE

Embarcação com vários corpos em decomposição é encontrado no Pará

A Polícia Federal já esta ciente do caso e as investigações já foram iniciadas

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter