Universidade de São Paulo pode trazer novos cursos para Santos

A USP negocia com o governo estadual a cessão definitiva do terreno do Colégio Cesário Bastos.

Comentar
Compartilhar
10 JAN 201316h27

Oito escolas da USP (Universidade de São Paulo) têm interesse em se estabelecer em Santos e ampliar as pesquisas voltadas ao mar como a oceanografia, administração pública e portuária e outros cursos voltados à realidade da região.

A informação foi passada pelo reitor da universidade, João Grandino Rodas, que visitou nesta quinta-feira (10) o prefeito Paulo Alexandre Barbosa.

A USP negocia com o governo estadual a cessão definitiva do terreno do Colégio Cesário Bastos, onde funciona desde fevereiro do ano passado o curso de Engenharia de Petróleo, o primeiro do campus Santos.

De acordo com o reitor, a ideia é restaurar a escola, construída em 1900, cujo prédio é tombado pelo Condepasa (Conselho de Defesa do Patrimônio Artístico e Arquitetônico de Santos).

A prefeitura tem o objetivo de ceder à instituição universitária um terreno ao lado do Cesário Bastos, com 7.623 m², onde ficava a antiga garagem da CSTC. “Nesse local pretendemos construir um prédio moderno e já temos dinheiro disponível para as obras”, disse Grandino Rodas. Outras reuniões serão realizas para tratar da sede definitiva da USP na cidade.

USP está em negociação para a cessão definitiva do terreno do Colégio Cesário Bastos. Prefeitura pretende ceder área de 7.623 m2 (Foto: Divulgação)