Texto de Nelson Rodrigues continua em cartaz em Santos

A montagem é fruto de pesquisa sobre os aspectos da montagem teatral contemporânea

Comentar
Compartilhar
13 MAR 201315h01

Valsa nº6, escrita em 1951 e revisitada em 2012 pela Companhia do Elefante, continua em cartaz na cidade. A montagem é fruto de pesquisa sobre os aspectos da montagem teatral contemporânea. Em cena, as atrizes Dafne Carina, Luma Eckert e Tatiana Corrêa dão vida a uma menina de quinze anos que se vê num quebra-cabeça nebuloso ao tentar se recordar de passagens de sua vida. A direção é assinada por Marcus Di Bello.

Nelson Rodrigues (1912-1980) é tido como o mais influente dramaturgo brasileiro. Escreveu as peças “A Mulher Sem Pecado”, “A Falecida”, “Perdoa-me Por Me Traíres”, “Toda Nudez Será Castigada”, “Vestido de Noiva”, entre outras. Valsa nº6 foi o único monólogo escrito pelo autor. “Transformamos o monólogo em um texto para três atrizes, demonstrando a fragmentação psicológica e a complexidade do estado de espírito da personagem.”, explica o diretor.

É a última oportunidade que o público santista tem para assistir ao espetáculo, que em seguida viajará para as cidades de Cubatão, Mongaguá e São Sebastião.

A direção é assinada por Marcus Di Bello (Foto: Divulgação)

A segunda temporada do espetáculo estreou no último dia 08 e continua em cartaz nos dias 15 e 16 de março, sempre às 21h, no Espaço Tescom (Av. Rodrigues Alves, 195 - Santos). Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$10 (estudantes, idosos, classe artística e venda antecipada). Reservas pelo telefone (13) 3233-6060 (apenas 60 lugares por sessão).