Sinfônica de Cubatão e Metanol Rock Band celebram aniversário da cidade com música

Concerto Rock Symphony será no domingo (6), às 20h, na Esplanada do Paço Municipal. A entrada é gratuita

Comentar
Compartilhar
01 ABR 201412h21

O mês de comemoração do aniversário de Cubatão tem início com música, e uma mistura bem diferenciada: clássico e rock and roll. O espetáculo "Rock Symphony" traz, novamente, a parceria entre a Banda Sinfônica e a Metanol Rock Band. A apresentação será no próximo domingo (6), às 20h, na Esplanada do Paço Municipal (Pça. dos Emancipadores, s/nº), com entrada gratuita.

A junção de música clássica e a fúria rock and roll sempre rende bons espetáculo. Desta vez, não será diferente. Com um repertório escolhido cuidadosamente, o concerto traz músicas das bandas mais influentes do mundo do rock. Canções como We will rock you e Under Pressure, da banda Queen, Smoke on the water, de Deep Purple, Help! e Hey Jude, dos Beatles, além de Stairway to heaven, Led Zepellin; Perfect strangers, Deep Purple; Jump, Van Halen; Enter Sandman, Metallica, entre muitas outras, somando 13 canções.

A Sinfônica de Cubatão já aventurou pelos caminhos do rock com experiências como Queen Sinfônico e Help!, onde interpretou músicas dos Beatles. Para o maestro Marcos Sadao Shirakawa, a combinação é sempre boa. "A música é universal e a união de dois estilos, tão diferenciados, só acrescenta. Música erudita combinada com rock sempre nos proporciona belas apresentações, emocionando até mesmo os mais radicais", afirma o regente.

Para esta apresentação, o Grupo Artístico contará com a participação da Metanol Rock Band, uma banda montada especialmente para o evento. Fazem parte: Fabrício Rodrigues (Máquina Zero) e Aldre Lima (Wicked Motor Band) nos vocais; Raul Bernardes e Reinaldo Andrade nas guitarras, Fabrício Leite no contrabaixo, Rogério Cunha nos teclados e Tito Giangiulio na bateria.

O mês de comemoração do aniversário de Cubatão tem início com música (Foto: Arquivo Secom/PMC)

Para a vocalista Aldre Lima, a experiência de estar no palco com os 80 músicos da Sinfônica é indescritível. "Estamos acostumados a tocar rock and roll, mas nossa banda é bem menor. Quando nos juntamos com a Sinfônica, com aquele som potente da música clássica, deu um nó na garganta. Porque a essência do rock está ali, em cada música. Me sinto lisonjeada em poder participar desse projeto", diz a roqueira.