Secretaria de Cultura promove reunião com músicos para discutir Plano Municipal

Fundo Municipal de Cultura servirá de auxílio para músicos, produtores e representantes artísticos de Guarujá

Comentar
Compartilhar
13 MAR 201510h25

Na última segunda-feira (9), a Secretaria Municipal de Cultura promoveu uma reunião com músicos e representantes culturais e artísticos da Cidade. O encontro aconteceu na sede do órgão e teve como objetivo analisar as propostas para o Plano Decenal Municipal de Cultura.

Todos os músicos participantes puderam discutir suas propostas para definir como será a aplicação no Plano de Cultura. Outro fato que foi levado em consideração está em relação ao Fundo Municipal de Cultura, que servirá de auxílio para músicos, produtores e representantes artísticos de Guarujá realizarem seus projetos da melhor maneira.

Com a conversa, os músicos e produtores de Guarujá debateram os aspectos burocráticos e também quais são os quesitos mais importantes para a realização da maneira exata do Plano Municipal de Cultura. O músico Luiz Moreaux comentou que a iniciativa foi muito proveitosa para os artistas mostrarem sua arte de forma organizada. “A Secretaria de Cultura está oferecendo uma oportunidade de facilitar o trabalho de quem faz música e qualquer outra atividade cultural em Guarujá. E é extremamente importante debater quais os tipos de propostas que cada um tem para organizar esse trabalho”, salientou Moreaux.

Para o produtor e músico João Paulo Vaz, essa ideia tem como objetivo estruturar todos os trabalhos culturais de Guarujá. “Criar uma estrutura permanente de cultura é a grande oportunidade oferecida pelo Plano Municipal. Além de formar um público para acompanhar as atividades musicais e culturais que a iniciativa propõe”, explicou.

O secretário municipal de cultura, Odair Dias Filho, espera uma democratização do trabalho, tanto entre os músicos quanto com a população. “Guarujá é o município que mais tem cumprido as metas culturais junto ao Ministério da Cultura. E democratizar esse debate é algo que deixa o Plano Municipal ainda mais acessível a todos”, considerou.