Rogério Flausino é condenado a pagar R$ 50 mil de indenização para dupla sertaneja

A sentença foi determinada pelo juiz Eron Simas, da 1º Vara Cível de Campos dos Goytacazes, município do Rio de Janeiro na última sexta, 20 de julho. Ainda cabe recurso

Comentar
Compartilhar
24 JUL 2018Por Folhapress12h25
Rogério Flausino, e a produtora da banda, a Jota Quest Produções, foram  condenado, em primeira instância, a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais à dupla sertaneja Nycolas e FabianiRogério Flausino, e a produtora da banda, a Jota Quest Produções, foram condenado, em primeira instância, a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais à dupla sertaneja Nycolas e FabianiFoto: Divulgação

O vocalista do Jota Quest, Rogério Flausino, e a produtora da banda, a Jota Quest Produções, foram  condenado, em primeira instância, a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais à dupla sertaneja Nycolas e Fabiani -cada integrante deve receber R$ 25 mil. 

A sentença foi determinada pelo juiz  Eron Simas, da 1º Vara Cível de Campos dos Goytacazes, município do Rio de Janeiro na última sexta, 20 de julho. Ainda cabe recurso. 

Em julho de 2016, durante um show na 57ª Exposição Agropecuária e Industrial do Norte Fluminense, a dupla sertaneja começou a se apresentar em outro palco, antes que a banda Jota Quest tivesse terminado sua apresentação.

Ao retornar para a última música do show, Rogério Flausino "solicitou, pelo microfone, que a dupla parasse de tocar, mas não foi atendido, razão pela qual em que 'se queixou da postura' da dupla, 'fazendo em linguagem talvez pouco adequada'", de acordo com a sentença. 

Nycolas e Fabiani alegaram que os cantores haviam se despedido do público e saído do palco e não sabiam, no entanto, que os mesmos voltariam para um "Bis". Segundo o juiz, "ainda que a atitude da dupla tenha sido, de fato, afoita, pois todos sabem [...] que os shows não terminam sem a banda retornar para o bis, a reação do cantor-réu Rogério Flausino foi agressiva, grosseira e mal-educada."

Procurada pela redação, a assessoria de imprensa da banda não se manifestou até o momento desta publicação.