Projeto Guri está com vagas abertas na região da Baixada Santista

As matrículas podem ser realizadas a partir de 28 de janeiro e as aulas são gratuitas.

Comentar
Compartilhar
21 JAN 201312h45

 O Projeto Guri, programa sociocultural do Governo de São Paulo, está com vagas abertas para seus cursos de música na região da Baixada Santista. Para o primeiro semestre, serão oferecidas 2.274 vagas na região.

Para participar do Projeto Guri não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem realizar testes seletivos. Basta que o interessado esteja matriculado em qualquer instituição de ensino da rede pública ou particular. As inscrições podem ser realizadas de 28 de janeiro a 15 de fevereiro.

Podem participar crianças e jovens de 6 a 18 anos. Para a matrícula, os interessados devem se dirigir, durante este período, diretamente ao polo que deseja estudar acompanhados por pais ou responsáveis, levando RG (ou certidão de nascimento) e comprovante de matrícula escolar. Confira abaixo a lista completa dos polos.

As aulas serão iniciadas dia 18 de fevereiro, sendo a primeira semana de atividades de integração, confirmação das matrículas e reuniões de pais.

Mais de 55 mil jovens fazem aulas nos mais de 421 polos distribuídos por todo o Estado de São Paulo. (Foto: Divulgação)

Confira lista dos polos da região

Polo Regional Santos

Vagas: 1093
Cursos: Baixo Elétrico; Bateria; cavaco; clarinete; contrabaixo acústico; coral; flauta transversal; guitarra; iniciação musical; percussão; saxofone; teclado; trombone; trompete; viola; violoncelo; violino e violão.
Funcionamento: Segunda-feira das 9h às 12h e das 13h às 16h
Terça a Sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h
Endereço: R. Sete de Setembro, 34. CEP: 11060-001       
Telefone: (013) 3228-1818 ramal 1860

Polo Mongaguá

Vagas: 250
Cursos: canto coral; percussão; violino/viola; violoncelo; contrabaixo; cavaco
Funcionamento: Quartas e Sextas-Feiras, das 8h às 11h e das 13h30 às 17h30
Endereço: Rua Caraguatatuba, 479. CEP: 11730-000      
Telefone: (013) 3448-9183

Polo São Vicente

Vagas: 211
Cursos: cavaco, cordas agudas, cordas graves, madeiras, metais, percussão e violão.
Funcionamento: Terças e Quintas-feiras, das 8h às 11h e das 13h30 às 18h
Endereço: Rua João Ramalho, 988. CEP: 11310-050
Telefone: (013)  3467-5781                        

Sobre o Projeto Guri

Mantido pelo Governo do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, desde 1995 continuamente, nos períodos de contra-turno escolar, cursos de iniciação musical, coral, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopro, teclados e percussão.

Mais de 55 mil jovens fazem aulas nos mais de 421 polos distribuídos por todo o Estado de São Paulo. O programa socioeducativo há 16 anos realiza um trabalho que tem na música seu instrumento de transformação e, nos guris, sua obra-prima.

O Projeto Guri é administrado por duas organizações sociais ligadas à Secretaria de Estado da Cultura. Os mais de 360 polos distribuídos pelo interior e litoral do Estado, com mais de 40 mil guris, são dirigidos pela Associação Amigos do Projeto Guri (Amigos do Guri), enquanto a gestão das unidades da Capital é realizada pela Santa Marcelina Organização Social de Cultura. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural.

A Amigos do Guri, organização social de cultura, compartilha com a Secretaria de Estado da Cultura a gestão do Projeto Guri desde 2004. Além do Governo do Estado – seu idealizador – a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas.

As empresas que queiram colaborar com a Amigos do Guri e contribuir para o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens podem usufruir de leis de incentivo fiscal como a Lei Rouanet e o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem contribuir com a Amigos do Guri. Visite o site www.projetoguri.org.br ou entre em contato com Mobilização de Recursos pelo tel. (11) 3862-3323.