Programação virtual do 55º Festival Música Nova segue até dia 22

Evento online e gratuito reúne mais de 40 ações culturais, entre concertos e oficinas

Comentar
Compartilhar
20 ABR 2021Por Da Reportagem08h50
Na terça-feira (20), direto de Santos, o belga Alain Van Kerckhoven e Antonio Eduardo Santos ministram palestra 'Gilberto Mendes, devorador de mundos'Na terça-feira (20), direto de Santos, o belga Alain Van Kerckhoven e Antonio Eduardo Santos ministram palestra 'Gilberto Mendes, devorador de mundos'Foto: Divulgação / Festival Música Nova 'Gilberto Mendes'

O eixo cultural Cubatão, Santos e São Paulo completa a trajetória da 55ª edição do Festival Música Nova 'Gilberto Mendes', o mais duradouro evento de música contemporânea na América Latina, com toda a agenda virtual e gratuita até quinta-feira (dia 22). Toda a programação está disponível no site oficial.

Na terça-feira (20), direto de Santos, o belga Alain Van Kerckhoven e Antonio Eduardo Santos ministram palestra 'Gilberto Mendes, devorador de mundos' (às 19h), seguida de outra atividade formativa 'O funk como objeto de estudo e interação' (às 19h30), ministrada por Thiago Alves de Souza. Ainda, ocorrerão as oficinas: 'O piano de Soares Brandão' (às 20h), com Soares Brandão, e 'A presença da rabeca na cultura caiçara' (às 20h30), com Márcio Barreto.

Já a quarta-feira (21) reserva uma agenda especial com artistas da capital paulista. São os concertos de Lucila Tragtenberg (às 19h) e de Livio Tragtenberg (às 20h), sendo que o mesmo pianista seguirá com a palestra 'Composição em tempos líquidos' (às 20h30).

Por sua vez, a quinta-feira (22) encerra o evento com os concertos de flauta e piano do Duo Landum (às 19h) e dos pianistas Silas Palermo (às 19h30), Antonio Eduardo Santos (às 20h) e Renata Taormina (às 20h15), além de Antonio Eduardo Santos ministrando a oficina 'Re-criações sobre Gilberto Mendes' (às 20h30).

O 55º Festival Música Nova 'Gilberto Mendes' é uma realização do Imaginário Coletivo de Arte com apoio do Governo Estadual, via Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por meio do ProAC (Programa de Ação Cultural) Expresso LAB e do Governo Federal pela Lei Aldir Blanc. O festival acontece em parceria com o Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (DM-FFCLRP-USP), Academia Livre de Música e Artes (Alma) e a ETMD Ivanildo Rebouças da Silva.