Produção para Encenação da Paixão está em fase final em PG

Espetáculo será realizado na sexta (18) e sábado (19). O evento é gratuito e, segundo a Secretaria de Cultura e Turismo, a expectativa é que esta edição atraia público de 7 mil pessoas

Comentar
Compartilhar
16 ABR 201414h31

A produção dos preparativos para a 4ª edição da Encenação da Paixão de Cristo de Praia Grande está em fase final. Atores e população em geral que participarão da apresentação estão reforçando a equipe responsável pelo figurino e cenário nos próximos dias, para que tudo esteja pronto para o espetáculo. A maior encenação a céu aberto da Cidade será realizada na próxima sexta-feira (18) e sábado (19), sempre a partir das 21 horas, na Praça Ceferino Gonzalez Vegas, no Bairro Guilhermina. O evento é gratuito e, segundo a Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), organizadora do espetáculo, a expectativa é que esta edição atraia público de 7 mil pessoas.

A encenação contará com mais de 20 cenas mostradas sequencialmente ao redor da praça. Devido a este formato, o público poderá interagir com a encenação seguindo a peregrinação durante a via crucis de Jesus. A apresentação é livre e terá aproximadamente 80 minutos de duração. No total, cerca de 200 pessoas, entre profissionais e moradores de Praia Grande e região, participarão do evento. 

A chefe da Seção de Ação Cultural de Praia Grande, Lourdes Marszolek, explicou que está quase tudo pronto para o evento. “Estamos acertando os últimos ajustes no figurino e cenário. Além disso, rampas e palcos estão sendo colocados na praça. Vai ser um trabalho muito bonito”. Ela afirmou ainda que o espetáculo já virou evento tradicional na Cidade. “É uma apresentação que cresce a cada ano, não só em número de público e efeitos, mas também em qualidade cênica. Tenho certeza que o público vai adorar essa edição”, finalizou.

A produção dos preparativos para a 4ª edição da Encenação da Paixão de Cristo de Praia Grande está em fase final (Foto: Amauri Pinilha)

Uma das participantes é a dona de casa Nilda de Melo Santos, de 35 anos. A moradora do Bairro Guilhermina participará de sua terceira encenação, assim como suas filhas Dhayanne, de 11 anos, e a pequena Dhafynne, de 3 anos, uma das caçulas do espetáculo. “O envolvimento de todos é tão grande, que me sinto uma integrante importante do espetáculo. Estou ansiosa”.

Outro munícipe que participará pela terceira vez da encenação é Fabiano Roberto Cezar, portador de Síndrome de Down, de 39 anos. Ele afirmou estar muito animado com esta edição e sua mãe, Maria Aparecida da Silva Cezar, explicou que o filho é só dedicação. “Ele sempre fica ansioso para os ensaios e nunca falta em nenhum. Além disso, para mim que sou mãe é uma emoção indescritível vê-lo participando de algo tão bonito”.