Preparativos para a encenação da Paixão de Cristo entram na reta final em Praia Grande

Ensaios e figurinos seguem com produção acelerada. Texto do espetáculo terá abordagem diferente

Comentar
Compartilhar
30 MAR 201515h17

Figurinos em fase de últimos ajustes. Ensaios sendo intensificados. Diretores e equipe trabalhando em ritmo acelerado. Tudo para fazer da Encenação da Paixão de Cristo um espetáculo perfeito para o público.

No Palácio das Artes, onde ficam os bastidores do evento, os artistas chegam para experimentar figurinos, e os ajustes necessários vão se encaixando em cada roupa, e em cada detalhe previamente pensado. O texto é imaginado no artista já vestido. A história vai ganhando cores e vivacidade.

A Encenação da Paixão de Cristo acontece na próxima sexta-feira (03), às 21 horas, na Praça Ceferino Gonzalez Vegas, bairro Guilhermina. O espetáculo a céu aberto recria os últimos passos de Jesus Cristo contados de forma emocionante.

Nesta edição, alguns diferenciais prometem transformar a Paixão de Cristo deste ano em um evento memorável para o público. Jesus Cristo será o personagem principal e também vai narrar toda a história. “O espetáculo será todo em primeira pessoa. O resultado disso é um trabalho muito poético e dramático. A peregrinação de Jesus terá enfoque mais direto”, afirma o chefe do departamento de Gestão Cultural da Secretaria de Cultura e Turismo, Renato Paes.

A Encenação da Paixão de Cristo acontece na próxima sexta-feira (03), às 21 horas, na Praça Ceferino Gonzalez Vegas, bairro Guilhermina (Foto: Amauri Pinilha)

O diabo terá uma nova roupagem nesta edição. De acordo com a diretora do espetáculo, Regina Maura, esse personagem não será nem homem nem mulher. “A ideia é que o diabo seja um ser, algo sem definição, o que demonstra o mistério envolvendo esse personagem”.

Regina explica que a atriz que interpreta o diabo é leve, pequena, jovem e delicada. “A interpretação dela é fantástica. Ela emprestou ao seu diabo uma voz forte, grave, totalmente diferente de seu tipo físico, o que nos dá a ideia de dualidade: agressividade X suavidade, a essência do verdadeiro diabo, que engana e ilude”.

Estrutura – A Encenação contará com 5 palcos ao redor da praça, sendo um palco central. Os diálogos passeiam entre um palco e outro simultaneamente. Algumas vezes os atores encenam em 2 palcos ao mesmo tempo, trazendo grande dinamismo e realidade ao espetáculo.

Regina Maura enfatiza que o objetivo da peça não é religioso. “Contamos uma história real, da forma como ela é, sem estereótipos religiosos. Não tem nada de bíblico, e sim de uma história de amor e bondade. Estamos mostrando mais o lado humano do que o divino”, finaliza.

Serviço – A Encenação da Paixão de Cristo será apresentada gratuitamente nesta sexta-feira (03) às 21 horas, no bairro Guilhemina.