Praia Grande realiza primeira edição da Virada Cultural

Ao todo são 24 atrações entre música, arte em grafite, exposições, performances teatrais e circenses

Comentar
Compartilhar
18 JAN 201311h07

Considerada uma das 12 maiores cidades para exposições e difusão cultural do Estado de São Paulo, pela Secretaria de Estado da Cultura, Praia Grande entra no circuito da Virada Cultural Paulista, e programa, juntamente com o Estado, uma série de atividades artísticas entre os dias 22 e 23 deste mês. Ao todo são 24 atrações entre música, arte em grafite, exposições, performances teatrais e circenses, que começam às 18 horas de sábado e seguem até as 17 horas de domingo.

Além dos dez espetáculos promovidos pelo Estado, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo complementa a Virada Cultural com programação paralela que reúne mais 14 eventos.  

Segundo a coordenadora de Ação Cultural de Praia Grande, Maria de Lourdes Marszolek Bueno, Praia Grande entrou para o circuito da Virada Cultura graças ao Fórum Metropolitano promovido pela Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem), no ano passado, em Santos, quando foi estabelecido um projeto piloto integrando todas as cidades da Região ao evento.

“É um projeto piloto que se der certo poderá ter continuidade. Eu torço por isso. O que é a Virada Cultural para a Praia Grande, para os moradores e para os artistas que tem a oportunidade de reconhecimento? É um sentimento de pertencimento. Nós somos de Praia Grande e estamos dentro da Virada Cultural!”, declarou Lourdes entusiasmada com o evento.

Em Praia Grande, 24 atrações estão programadas para os dois dias e acontecerão dentro e fora do Palácio das Artes. De acordo com Lourdes, o Palácio das Artes já recebeu 80 mil visitantes em um período de um e meio que conferiram peças teatrais, exposições e outras atividades culturais.

Por estar localizado em um ponto estratégico, na avenida Presidente Costa e Silva, 1.600, próximo à rodovia Padre Manoel da Nóbrega, entre as cidades do Litoral Centro (São Vicente, Santos) e o Litoral Sul (Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe), Praia Grande torna-se um grande centro cultural da Região Metropolitana.

“Nós temos uma localização privilegiada e, por isso, o Palácio das Artes, aqui em Praia Grande, é uma opção de eventos culturais para os moradores de toda a Baixada, que se deslocam pela rodovia”.

Lourdes destacou ainda que a Baixada Santista é a única região metropolitana do Estado em que todas as cidades estão integradas no maior evento cultural paulista que é a Virada Cultural.

Lourdes ressaltou que Praia Grande “vive uma nova realidade” como polo cultural não só para os moradores, mas também para os artistas que têm a oportunidade de serem reconhecidos.