Ônibus-teatro faz temporada na Área Continental de Santos

Espetáculo itinerante patrocinado pela Usiminas passará pela Área Continental e Zona Noroeste da cidade com o objetivo descentralizar o acesso à cultura

Comentar
Compartilhar
23 ABR 2017Por Rafaella Martinez11h00
O ônibus foi adaptado para receber um público de até 50 pessoas por apresentação, contando com arquibancada e ar-condicionado; entrada é gratuitaFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Santistas da Área Continental e da Zona Noroeste são os convidados do Grupo Teatro Aberto para embarcar entre os dias 23 e 26 de abril no Circular: Histórias da Mata, um ônibus-teatro adaptado com todos os recursos técnicos de uma sala convencional que promove uma viagem lúdica pelos costumes, lendas e riqueza natural do Vale do Ribeira. O projeto tem o apoio do Instituto Cultural Usiminas e patrocínio da Usiminas através do Programa de Ação Cultural (ProAC) do Estado de São Paulo.

O ônibus foi adaptado para receber um público de até 50 pessoas por apresentação, contando com arquibancada e arcondicionado. “O objetivo do Circular: Histórias é descentralizar o acesso à cultura, levando dentro de um ônibus a qualidade técnica de som luz e efeitos visuais para que todos possam desfrutar da experiência de ir até o teatro. Neste caso, o teatro vai, sobre rodas, até o público”, explica Talita Berthi, produtora do projeto. 

Concebido a partir de uma pesquisa de campo do Grupo Teatro Aberto em Cananéia, as cenas do espetáculo mesclam história e natureza, ensinando desde os costumes dos quilombolas até a importância da Mata Ciliar. “Na pesquisa de campo que o grupo fez notamos a importância dessa mata, que fica às margens dos rios e serve como corredor para que os animais se desloquem em busca de água e comida. Da mesma forma que os cílios protegem os olhos, as matas ciliares protegem os rios, por isso elas recebem esse nome. Durante o espetáculo explicamos essa e outras curiosidades”, conta Douglas Zanovelli, também produtor do projeto.

Para encenar de forma lúdica a necessidade de preservar o meio ambiente, o ônibus-teatro foi especialmente preparado com um cenário confeccionado pelo artista Edivaldo Costa a partir de materiais recicláveis, tais como tampinhas de refrigerante e embalagens de cosméticos. “Além disso, diversas técnicas de bonecos foram aplicadas como mamulengo, marionete, fantoche, máscara e varas. O espetáculo foi montado exclusivamente para esse espaço, onde a cenografia interage com o ônibus e com a plateia, proporcionando ao público uma experiência única”, completa Edivaldo, que assina a dramaturgia do espetáculo ao lado de Douglas Zanovelli e Cida Cunha.

Essa é a segunda parada do ônibus-teatro na Baixada Santista: de 27 de março até o dia 9 de abril os cubatenses puderem se surpreender com todos os segredos da mata guardados no interior do ônibus. No total, serão realizadas 160 apresentações gratuitas distribuídas ainda pelas cidades de Guarulhos e Taubaté ao longo do ano.

Sobre o Circular

O Circular: Histórias é um projeto de apresentações teatrais dentro de um ônibus urbano – e portanto, já repleto de histórias – adaptado para a cena teatral. O foco central do projeto é usar a metáfora do embarque, da viagem e da partida, para inserir o público em um universo mágico e repleto de histórias. O projeto foi idealizado em 2009 por Talita Berthi e Douglas Zanovelli e desde então já circulou por mais de 25 cidades. A terceira turnê do Circular vem como uma continuidade do trabalho, onde os espectadores são convidados a ‘subir o rio’ e desvendar as histórias da mata. “Queremos levar um pouco da energia e do equilíbrio da mata para os lugares por onde o ônibusteatro passar”,finaliza Talita Berthi.