X
Cultura

Mesmo sem ainda ter Carnaval confirmado, SP começa a vender ingressos para desfiles

Mesmo ainda pendente de confirmação e do recuo da pandemia, já existe até ordem das apresentações

Em 2021, O carnaval foi adiado em São Paulo devido à pandemia de Covid-19 / Simon Pletenjak/UOL/Folhapress

O Carnaval do ano que vem ainda não foi liberado na cidade de São Paulo por causa da pandemia do novo Coronavírus, que obrigou o cancelamento da festa , mas a Liga-SP, que organiza a festa no Sambódromo do Anhembi, anunciou que a venda dos ingressos para os desfiles das escolas de samba de 2022 começa no próximo dia 20 de outubro, pela internet.

Em nota, a Liga afirmou nesta sexta-feira (8) que a bilheteria virtual abre ao meio-dia para o público, nos sites da própria entidade e das empresas ALK Live Entertainment e Eventim.

Caso confirmado, o Carnaval no sambódromo será nos dias 25, 26, 27 e 28 de fevereiro, e no dia 5 de março, com o Desfile das Campeãs. "Os valores variam por setor, modalidade e dia de desfile, com os preços para o Grupo Especial a partir de R$ 90 para arquibancada", diz a liga em nota.

Questionada sobre como será o ressarcimento para as pessoas que comprarem ingressos, caso o Carnaval não seja autorizado por causa da pandemia do novo coronavírus, a liga disse por meio de assessoria que regras serão estabelecidas quando começar a comercialização dos bilhetes, mas que eles poderão ser usados quando houver a confirmação para os desfiles.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

No mês passado, o prefeito Ricardo Nunes autorizou o início dos preparativos e das medidas administrativas para a realização dos desfiles das escolas de samba e das comemorações do Carnaval em 2022, no Sambódromo do Anhembi, na zona norte da capital paulista. Com isso, as agremiações começaram a se preparar. As baterias, inclusive, já voltaram a ensaiar.

Nesta semana, Nunes disse que o Carnaval do ano que vem não deverá ter restrições na cidade de São Paulo e a prefeitura espera 15 milhões de pessoas nas ruas. Os blocos podem ser inscrever a partir da próxima sexta-feira (15). Entretanto, o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, afirmou que a festa ainda não está liberada. " "A realização do evento vai depender do quadro sanitário no ano que vem", ressaltou o titular da pasta da Saúde", disse o titular da pasta.

"A realização dos desfiles está condicionada ao andamento da imunização na capital paulista e à autorização dos órgãos de saúde, além da adequação aos protocolos sanitários vigentes no correspondente período", ressaltou trecho da nota da liga. "A abertura da bilheteria física, em janeiro de 2022, vai depender da disponibilidade de ingressos."

Mesmo ainda pendente de confirmação e do recuo da pandemia, já existe até ordem das apresentações. No dia 25 de fevereiro, os desfiles serão abertos pela Acadêmicos do Tucuruvi. O do dia 26, terá a Vai-Vai, que volta ao Grupo Especial, como a primeira a entrar.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

Telemedicina: ela veio para ficar?

Para especialistas, consultas a distância são prática sem volta e vieram para tornar mais acessíveis os serviços de saúde

Esportes

Palmeiras anuncia saída de Felipe Melo e fala em ídolo eterno

Felipe Melo chegou ao Palmeiras em 2017 e, com a camisa alviverde, conquistou dois títulos da Libertadores (2020 e 2021), um Campeonato Brasileiro (2018), uma Copa do Brasil (2020) e um Campeonato Paulista (2020)

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software