Livro conta histórias de mulheres que enfrentaram doenças incuráveis

Obra de duas jornalistas conta a trajetória de quatro pacientes santistas e como elas lidaram com a morte ao celebrar a vida

Comentar
Compartilhar
25 MAR 201515h14

As jornalistas Beth Soares e Jessika Nobre lançam no próximo sábado o livro-reportagem Até o Fim. O lançamento acontece a partir das 18 horas, na Estação da Cidadania (Av. Ana Costa, 340), em Santos.

O livro conta a história de quatro mulheres que convivem com doenças consideradas incuráveis. Dona Eguimar, por exemplo, tem absoluta certeza de que São Pedro vai recebê-la com samba. “A morte desistiu de mim.” Silvia Gonçalves fala com serenidade da virada de mesa que a vida lhe deu, mas a compreende porque teve coragem – nas palavras dela – de continuar em frente.

Sandra Coutinho driblou prognósticos negativos. Teve um filho dez anos depois de ser desaconselhada por seis médicos. “Minha fé sempre encontra um jeito.” E Fabíola Perroni garante que a cruz ficou mais fácil depois que instalou rodinhas nela. “Meu nome recebeu um asterisco, o que me torna única.” A biografia destas quatro mulheres é um conselho sobre a consulta, dia-a-dia, do cardápio da vida.

Livro conta a história de quatro mulheres que convivem com doenças consideradas incuráveis (Foto: Divulgação)

Além disso, Até o Fim relata a trajetória de dois médicos, especializados em Cuidados Paliativos, especialidade que trata do acompanhamento de pacientes que possuem enfermidades ditas incuráveis. Cuidar de maneira paliativa implica em reunir uma equipe multidisciplinar para acompanhar o paciente no final da vida, permitindo a ele enfrentar o que resta da supervisão médica sem sofrimento, com dignidade. Na Baixada Santista, nenhum hospital possui o setor de Cuidados Paliativos.

A jornalista Beth Soares explica que “muitas pessoas têm medo de falar sobre a morte. É cultural. Mas este livro não é sobre morte, como se pode pensar de início. É um livro sobre a celebração da vida.”

O livro-reportagem é segunda obra da editora Ateliê de Palavras, que pertence à própria Beth e ao jornalista Marcus Vinicius Batista. Até o Fim é fruto de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Jornalismo, na Universidade Santa Cecília (Unisanta), sob a orientação do professor André Rittes. O livro tem prefácio do jornalista André Azenha.