X
Cultura

Kaos recebe 4 mil alunos de Cubatão com projeto 'A Escola vai ao Teatro'

Maratona de apresentações tem início na próxima segunda-feira (16) e segue até 31 de maio. Também haverá sessões abertas ao público em geral

Teatro do Kaos realiza este ano a segunda edição do projeto 'A Escola vai ao Teatro' / Divulgação/Teatro do Kaos

A arte que promove mudança e oferece uma nova visão de mundo para o ser humano: o teatro se transforma em ferramenta de aprendizado para pelo menos 4 mil estudantes de Cubatão. O Teatro do Kaos realiza este ano a segunda edição do projeto "A Escola vai ao Teatro" com início na próxima segunda-feira (16) às 10h. Vai ter peça teatral gratuita para mais de 100 alunos da UME Padre José de Anchieta.

As apresentações seguem diariamente até o dia 31 de maio sempre em três sessões: às 10h, às 13h30 e às 19h30, contemplando inclusive os alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA). "O teatro é a melhor maneira de educar. Partindo deste ponto de vista que criamos o projeto. Nossa meta é que, todos os anos, o Kaos encene um clássico da literatura mundial para estudantes e professores da rede pública", explica Lourimar Vieira, idealizador do projeto e também ator, produtor e professor do Teatro do Kaos.

Em 2022 a peça escolhida foi "A Revolução dos Bichos", livremente inspirada na obra homônima de George Orwell. A dramaturgia é de Cícero Gilmar Lopes e direção de Fabiano di Melo. De maneira lúdica, a história conta a vida dos animais de uma fazenda que, cansados de viver sob maus tratos, se rebelam contra o fazendeiro, criando novas regras de convivência.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Também haverá sessões gratuitas para a comunidade em geral. Serão nos dias 21, 22, 28 e 29 de maio às 20h. O Teatro do Kaos fica na Praça Coronel Joaquim Montenegro, 34, Largo do Sapo. A classificação indicativa é livre. Outras informações no site da companhia.

O projeto 'A Escola vai ao Teatro' é realizado pelo Teatro do Kaos e tem patrocínio da Usiminas por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura ligada ao Ministério do Turismo e Secretaria Especial da Cultura. Apoio do Instituto Usiminas e da Prefeitura de Cubatão via Secretarias de Educação e Cultura. "Estamos bem felizes com essa parceria com a Usiminas; pelo jeito vai dar casamento", brinca Lourimar Vieira.

O fundador do Teatro do Kaos lembra que na primeira edição do projeto, em 2021, outros 4 mil estudantes da cidade assistiram ao espetáculo 'O Pequeno príncipe'. E destaca a força do teatro para a formação do caráter e para agregar valores: "Antes de ser ator, eu sou professor e tenho esse compromisso com a educação", complementa.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ARTIGO

Sem cuidar do sistema prisional, estamos todos à mercê da violência

Como acontece nas comunidades pobres, as facções criminosas também se aproveitam da ausência do Estado dentro do sistema prisional

Oportunidade

Praia Grande: PAT está com 68 vagas de trabalho e não exige experiência

Candidato deve, obrigatoriamente, retirar a carta de encaminhamento na unidade

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software