Jardim Botânico: mais que um parque, um lugar para apreciar a natureza

Ao todo são 20 coleções botânicas que incluem palmeiras, ipês entre outros exemplares

Comentar
Compartilhar
02 MAR 201322h13

Em 90 mil m² de área verde um lugar para refletir, praticar atividades físicas, fazer uma prece no altar de Nossa Senhora Aparecida ou simplesmente caminhar por cerca de 1,5 km de alamedas contemplando a natureza. Este lugar, dominado pelo canto das cigarras, onde pássaros silvestres voam livres é o Jardim Botânico Municipal Chico Mendes, localizado no bairro do Bom Retiro, na Zona Noroeste de Santos.
 
O parque tem playground para crianças, estufa do Projeto Terra e cerca de 300 espécies de vegetação da Amazônia, Mata Atlântica entre outras que estão sob a ameaça de extinção como o pau-brasil. Ao todo são 20 coleções botânicas que incluem palmeiras, ipês entre outros exemplares. Ornamentam ainda o parque, três lagos interligados com uma fonte e quatro espécies de peixes.

Uma trilha ecológica dá acesso ao interior de uma floresta tropical, de 10 mil m², com vegetação nativa da Mata Atlântica. Segundo o coordenador de parques e áreas verdes da Secretaria de Meio Ambiente de Santos, André Luís Olmos dos Santos, o Jardim Botânico tem por objetivo a conservação de espécies vegetais, em centros urbanos. “Ao todo existem 30 parques como este em todo o Brasil.”

André Luís disse que o Jardim Botânico recebe diariamente 300 visitantes, contando com as pessoas que praticam atividades físicas no local. No parque também são desenvolvidas oficinas para pessoas de todas as idades. Já as visitas monitoradas são agendadas pelo setor de Educação Ambiental. “Recebemos anualmente aproximadamente dois mil estudantes”.

Histórico

O parque foi erguido em 1925, no antigo Horto Florestal de Santos, que ficava ao lado da Santa Casa. Em 1973, o cultivo de plantas passou a ser feito na área atual que se tornou o Jardim Botânico, 21 anos depois.

O Jardim Botânico fica na Rua João Fracarolli, s/nº, no Bom Retiro. O parque é aberto para visitação de segunda a domingo, das 8 às 18 horas. A entrada é gratuita. Mais informações sobre cursos e visitas pelo telefone 3299-7878.