FEMINICIDIO

Grupo que revelou Ivete Sangalo e Emanuelle Araújo, Banda Eva completa 40 anos

Revelada pela Banda Eva, a cantora Ivete Sangalo integrou o grupo entre 1993 e 1999. "É uma história incrível que revelou só gente maravilhosa, inclusive eu", diz.

Comentar
Compartilhar
09 JUN 2019Por Folhapress20h48
Desde fevereiro de 2013 à frente da Banda Eva, Pezzoni se diz privilegiado em fazer parte dessa história.Foto: Facebook/Banda Eva

A Banda Eva completa 40 anos no próximo Carnaval, mas o atual vocalista, Felipe Pezzoni, já arrastou uma multidão de pessoas para celebrar a data, em show realizado em maio em Belo Horizonte.
O tradicional grupo baiano surgiu em 1980 como Bloco Eva. Depois disso foi criada uma banda para levar aos palcos a música contagiante que já mexia com o público nos trios. As comemorações dessas quatro décadas, promete Pezzoni, vão durar até a folia do ano que vem.

"Esse ano é comemorativo. A gente vai criar ações e coisas envolvendo o Eva para celebrar esse momento de tanta festa para a gente", diz o cantor, que está no grupo há seis anos.

Revelada pela Banda Eva, a cantora Ivete Sangalo integrou o grupo entre 1993 e 1999. "É uma história incrível que revelou só gente maravilhosa, inclusive eu", diz.

Segundo o vocalista da banda, Ivete gravou com o grupo uma música que vai entrar, em forma de clipe, no DVD filmado em Belo Horizonte. "Participo de todas as comemorações", completa a famosa, hoje uma das artistas de maior sucesso no Brasil.

Emanuelle Araújo, hoje focada na carreira de atriz – ela está no ar na TV como a Zuleika da novela "Órfãos da Terra", na faixa das seis da Globo –, comandou os vocais da Banda Eva entre 1999 e 2002. A artista relembra com carinho o período em que esteve à frente do grupo e diz que foi a partir daquele momento que conseguiu decidir o que realmente queria da vida.

"Foi um período muito bacana, onde aprendi muitas coisas. Apesar de ter sido um período curto, de apenas três anos, ficou marcado na minha memória. Entrei no Eva muito jovem e lá percebi meus reais anseios artísticos. Vivi, aprendi e voei para os meus outros sonhos. Desejo muita sorte e sucesso para os meninos que adoro", diz Emanuelle.

Além das duas musas, outros nomes conhecidos do axé surgiram e foram potencializados após suas passagens pela Banda Eva, como Daniela Mercury, Marcionílio, Ricardo Chaves, Durval Lelys e Saulo Fernandes. O pai do axé Luiz Caldas também chegou a comandar o Bloco Eva pelas ruas de Salvador, nos anos 1980.

Cara nova

Desde fevereiro de 2013 à frente da Banda Eva, Pezzoni se diz privilegiado em fazer parte dessa história.
"Para mim é motivo de privilégio dar continuidade a esse legado que marcou várias gerações. Agora celebramos esses 40 carnavais e me sinto honrado em ser o cara que vai levar isso ao público", diz o cantor.

Na formação atual da Banda Eva estão, além de Felipe Pezzoni, os músicos Marcelinho Oliveira (teclado e violão), Jorginho Sancof (guitarra), Cuca (percussão), Hugo Alves (percussão), Eric Aguiar (metais), Cristiano Ferreira (baixo) e Esso Brumom (bateria).

Colunas

Contraponto