Fim de semana terá Zimbra, Tulipa Ruiz e MC Bola entre atrações de festival online

Tudo online, de 23 a 25 de abril, contará com mais de 20 horas de boa música

Comentar
Compartilhar
23 ABR 2021Por Da Reportagem13h40
Tulipa Ruiz será uma das atrações de festivalTulipa Ruiz será uma das atrações de festivalFoto: Reprodução / Facebook

De 23 a 25 de abril (de sexta a domingo) acontece o Festival MAIS 2021 - Música Autoral e Independente Santista. Durante os tre?s dias a certeza de boa mu?sica, com grandes feras da música caiçara, sempre das 15 às 22h, em transmissão ao vivo pelo YouTube da @portocircense. O evento, criado em 2013, chega à sua 5ª edição ampliado, novamente com apresentações online e gratuitas, com 21 compositores e bandas da região da Baixada Santista, totalizando 21 horas de shows e surpresas.

Financiado com recursos da Lei Aldir Blanc, via ProAC Expresso LAB2020, o festival tem como proposta a divulgação da música autoral produzida no Litoral Paulista, dando fôlego e vez à cena musical independente da região, estimulando o circuito musical e fortalecendo esse mercado. As três primeiras edições, com apresentações presenciais, reuniram cerca de cinco mil pessoas; no ano passado, já devido a pandemia, o festival ganhou formato inédito, virtual, conquistando um público ainda maior e diversificado, ávido por novidades. O Festival MAIS 2021 já abriu espaço a centenas de artistas, revelou novos talentos, propagando a música e seus autores.

Abrir espaço - "O festival tem essa função social de trazer e abrir espaço para novos compositores, para que os artistas acreditem, num momento onde é muito difícil, que podem sim tocar uma carreira independente", explica Ugo Castro Alves, idealizador e produtor do MAIS. "Assim, o festival vem para fomentar justamente isso; para trazer essa força e dizer, 'olha tira essas músicas da gaveta e vamos lá, vamos abrir espaço'; para que se prepare, mostre sua canção, sua ideia", completa Ugo.

Eles acrescenta que Festival MAIS nasceu da união de vários artistas, com a missão de promover o encontro da produção musical local com o público. Toda programação pode ser acompanhada no Facebook e no Youtube.

TUDO CONFIRMADO.
Todo o roteiro do festival está confirmado, mesmo depois do adiamento em um mês, devido na época às regras mais rígidas impostas pela pandemia. Muita gente boa vai participar:

Dani Black será um dos destaques do dia 23 de abril (sexta). Cantor, guitarrista, violonista e compositor, com três discos lançados, já recebeu indicações no Grammy Latino e no Prêmio da Música Brasileira. Figura entre os nomes de destaque da nova geração da música brasileira e suas canções já foram gravadas por Ney Matogrosso, Gal Costa, Elba Ramalho, Zélia Duncan, Maria Gadú, entre outros.

A Banda Zimbra estará na programação do dia 24 (sábado). Em turnê pelo País, a banda criada em 2011 por quatro amigos, em Santos, conta com mais de 150 mil ouvintes mensais no Spotify e cerca de 25 milhões de views no canal do YouTube; é hoje um dos principais nomes da nova geração do pop rock nacional. A Zimbra já tocou no Lollapaloza, no Rock In Rio e em diversas edições do Buzina Festival.

Vencedora do Grammy Latino, a santista Tulipa Ruiz (criada em São Lourenço, MG) vai se apresentar no último dia do festival (25, domingo). Ela tem músicas incluídas em filmes, novelas e games e costuma se apresentar em teatros e festivais em todo o mundo, como Rock in Rio e Montreux Jazz Festival. Seu trabalho é respeitado pela crítica especializada e destacado em publicações como os jornais britânicos The Guardian e The Independent.

Programação

Sexta, 23 abril
Imagreen - 15h
Trio Corá - 16h
Saramandaia - 17h
Felippe Dias - 18h
Rafa Laranja - 19h
Dani Black - 20h
Mc Bola - 21h

Sábado, 24 abril
Depois da Tempestade - 15h
Casa Imaginária - 16h
Bayside King - 17h
Gon - 18h
Balara - 19h
Trevo - 20h
Zimbra - 21h

Domingo, 25 abril
Coco 3 é 10 - 15h
Jaque da Silva - 16h
Rhaissa Bittar - 17h
Nanda Queiroz - 18h
Noite Cinza - 19h
Monna - 20h
Tulipa Ruiz - 21h