Embaixador da Coreia do Norte abre exposição, em Guarujá

O representante do país esteve no gabinete da prefeita Antonieta, em visita oficial

Comentar
Compartilhar
05 FEV 201516h50

Pintura utilizando conchas bordadas a mão, floreiro de porcelana, pintura de plumas de aves, pintura em aquarela, fotos, livros e artesanato são algumas das peças que podem ser apreciadas na exposição sobre a Coreia do Norte, em Guarujá. O embaixador da República Democrata Popular da Coreia do Norte, Paek Tong Un, abriu oficialmente a mostra sobre a cultura do seu País no Paço Municipal Raphael Vitiello, na quarta-feira (4).

A iniciativa foi viabilizada a partir de uma parceria entre a Prefeitura de Guarujá e a Embaixada República Democrata Popular da Coreia do Norte e poderá ser visitada gratuitamente até a próxima quarta-feira (11), das 8 às 18 horas. O Paço Municipal Raphael Vitiello fica na Avenida Santos Dumont, 640 – Santo Antônio.

O secretário municipal de Cultura, Odair Dias Filho, representou a prefeita Maria Antonieta de Brito no ato. A chefe do Executivo já havia recebido o embaixador em seu gabinete, em visita oficial. Pela Prefeitura, a ação foi viabilizada entre as secretarias municipais de Cultura e Coordenação Governamental, mas a abertura da mostra também foi prestigiada pelo vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura e Obras, Duino Verri Fernandes, e por titulares e adjuntos de outras secretarias.

O representante do país esteve no gabinete da prefeita Antonieta, em visita oficial (Foto: Pedro Rezende/PMG)

Na oportunidade, o embaixador estava acompanhado do 1º secretário da Embaixada, Kim Hak, e de Gabriel Gonçalves Martinez, que apoia a iniciativa pelo Centro de Estudos da Ideia Juche. “Para nós, 2015 é simbólico porque completamos 70 anos. Nossa história é uma consequência da 2ª Guerra Mundial. Hoje temos uma sociedade muito avançada, com sistema de médico da família, desenvolvimento na área de tecnologia, com planejamento urbano. Antes de 1950, destruíram tudo. Havia somente ruínas e o povo reconstruiu. Estamos vivendo um momento de otimismo”, relatou o embaixador.

Para o secretário Odair Dias Filho, é um orgulho para Guarujá receber a mostra. “Participamos de um governo que não mede esforços para a aplicação de práticas democráticas e populares. E, ao contrário do que a grande mídia tenta colocar, a Coreia é um país aberto e esta iniciativa é uma demonstração disso. Estamos falando de um país que é autosuficiente na produção de alimentos, na indústria e tecnologia, onde a educação pública dura 12 anos, um país que não se deixa levar pelo massacre midiático imposto pelos Estados Unidos, é um governo corajoso e isso nos deixa orgulhoso porque estamos aqui para mudar paradigmas”, defendeu Odair.

Já o responsável pela coordenação de todas as políticas públicas de Direitos Humanos da Prefeitura, Guilherme Cruz, complementou dizendo que “a prefeita Antonieta demonstra amplo respeito por todos os povos do mundo. Já recebemos delegações da África, Europa e agora da Coreia. Guarujá, na Baixada Santista, está dando uma demonstração viva de que a paz e a cultura dos povos estão acima de qualquer contradição ou retaliação contra qualquer país, em especial a Coreia do Norte”, pontuou.

Prefeita recebe embaixador em seu gabinete

Antes da abertura solene da exposição, a prefeita Maria Antonieta recebeu o embaixador Paek Tong Un em seu gabinete. O representante coreano falou sobre o atual momento vivido pela Coreia e sobre as relações internacionais. O secretário Odair Dias Filho e sua equipe acompanharam a visita.

Antonieta deu as boas-vindas à comitiva oriental e contou que sua trajetória é consequência de uma história de luta em prol das causas sociais. “Ficamos felizes em recebê-los. O seu país tem uma história de luta, com participação da sociedade. Esse intercâmbio cultural é muito importante e nos honra muito. Vamos apresentar a vocês assuntos relativos ao desenvolvimento econômico, cultura, turismo e estreitar relações. Podemos até estudar a possibilidade de um termo de geminamento”, propôs a prefeita.

O embaixador convidou a chefe do Executivo para conhecer a Coreia ou a embaixada de seu país, em Brasília. Ele ainda exaltou o papel do Brasil no cenário político internacional. “O Brasil tem muita influências a nível mundial, enquanto potência política e econômica. Temos muito carinho pelo povo brasileiro. Abrimos negociações diplomáticas com o Brasil a partir do Governo Lula”, contou Paek Tong Un.

Colunas

Contraponto