Elenco chega a São Vicente para o maior espetáculo de areia do mundo

A 28ª Encenação da Fundação da Vila de São Vicente retratará a democracia e a mulher num espetáculo de efeitos especiais para um público diário de 8 mil pessoas

Comentar
Compartilhar
19 JAN 201319h21

Os atores famosos que participarão da 28ª edição da Encenação da Fundação da Vila de São Vicente chegaram ontem à Cidade com grande expectativa para contar a história da primeira Vila do Brasil no maior espetáculo de areia de praia do mundo.

O espetáculo que tem como temas ‘Todo Poder Vem do Voto. São Vicente, a Primeira Democracia das Américas’ e a ‘Importância da Mulher’ terá sete apresentações, de 18 a 24 de janeiro, na praia do Gonzaguinha.

Henri Castelli, Juliana Knust, Júlio Rocha, Nuno Leal Maia, Cissa Guimarães, Rogéria, Marissol Dias, o diretor do espetáculo Roberto Marchese, e o prefeito Tércio Garcia concederam entrevista coletiva por volta das 17 horas de ontem, no Ilha Porchat Clube, na subida da Ilha Porchat.

A primeira Câmara das três Américas tornando São Vicente o berço da democracia será o pano de fundo para um espetáculo de luzes e efeitos cinematográficos que surpreenderão um público de 8 mil pessoas por dia. Serão 1.270 atores profissionais, amadores e figurantes em cena num palco de arena de 20 mil m².

É o que afirma o diretor Roberto Marchese que destaca uma grande cortina d’água como a principal novidade deste ano e também a maior surpresa. “A cortina d’água será um espetáculo à parte”. 

Marchese já dirigiu ao menos dez dos 28 espetáculos, incluindo o primeiro da série, em 1982. Ele afirmou que a cada ano a encenação se renova em um novo grande espetáculo e com um elenco cada vez maior.

Marchese disse que a democracia foi trabalhada desde os bastidores. Ele destacou a atriz Marissol Dias, vencedora do concurso para o papel da Índia Bartira, que foi eleita pelo voto popular.

“Representar para um público ao ar livre é muito empolgante. É a mesma coisa que representar num estádio”, declarou o ator santista Nuno Leal Maia, que participa do evento pela quinta vez. Ele, que sempre interpretou o papel do Padre Gonçalo Monteiro, nesta edição viverá Pedro Álvares Cabral.

“Eu já interpretei Jesus Cristo duas vezes na Paixão de Cristo (em Nova Jerusalém), mas a gente sempre fica nervoso”, declarou o ator Henri Castelli que neste espetáculo será também o protagonista Martim Afonso, ao comentar sobre a infraestrutura do evento e sobre o público diário de 8 mil pessoas.

“Estou muito ansiosa e na maior expectativa. Será um espetáculo lúdico e para mim é um presente participar dele no local onde a história aconteceu. É maravilhoso”, declarou a “garota que quebra o coco, mas não arrebenta a sapucaia”, atriz Cissa Guimarães, que personificará a América.

“É uma responsabilidade muito grande. A gente sente um nervosinho, mas vou pesquisar bastante na internet esses dias porque quero viver essa história intensamente”, afirmou a atriz Juliana Knust que interpretará Ana Pimentel.  

“A expectativa é muito boa e encenar ao ar livre é diferente. A sensação é diferente. É uma grande oportunidade que estou tendo de contar a história da fundação da primeira vila, do meu País. É um momento muito feliz, um presente”, disse o ator Júlio Rocha que no ano passado encenou a Paixão de Cristo, em Nova Jerusalém.

“É fantástico trabalhar para esse público tão grande. Eu já fiz várias encenações em outras cidades, mas participar desse espetáculo será fantástico. Já ganhei um grande presente hoje que é o carinho das pessoas de São Vicente”, declarou a artista Rogéria, que personificará a Europa.    

“Fazer a Índia Bartira está sendo muito importante para mim. É o melhor momento da minha vida. Eu tenho medo”, afirmou Marissol Dias, que deixou o trabalho de frentista de posto de combustível para brilhar na arena do Gonzaguinha.

“Será um espetáculo encantador que agregará valores e efeitos tecnológico cinematográficos. É o próprio povo vicentino contando a sua história em um grande espetáculo. A história do nascimento da democracia nas Américas”, declarou o prefeito Tércio Garcia.

Ingressos

Os ingressos para a 28ª Encenação da Fundação da Vila de São Vicente custam de R$ 7 a R$ 10 e estão à venda na Praça Tom Jobim, na praia do Gonzaguinha, local do evento, das 9 às 18 horas. Os ingressos para o primeiro dia do espetáculo já estão esgotados. As apresentações iniciam na próxima segunda-feira e vão até domingo, sempre às 21 horas. O espetáculo é promovido pela Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Cultura.