Deu ruim: Musical 'Aladdin' é suspenso após casos de Covid-19

O perfil oficial do musical informou o cancelamento através de um comunicado no Twitter

Comentar
Compartilhar
30 SET 2021Por Folhapress14h15
O musical que prometia ser o próximo 'sucesso da Broadway' foi suspenso por casos de covid-19 no elencoO musical que prometia ser o próximo 'sucesso da Broadway' foi suspenso por casos de covid-19 no elencoFoto: Divulgação

Após um ano sem musicais na Broadway, a Disney interrompeu as próximas apresentações de "Aladdin" nesta quarta-feira (29). A medida foi tomada após o aumento do número de casos de Covid-19 entre os membros da produção do espetáculo.

Em um comunicado divulgado no Twitter, o perfil oficial do musical afirmou: "Por meio de nossos protocolos de teste rigorosos, casos inesperados de Covid-19 foram detectados com a companhia de 'Aladdin' no The New Amsterdam Theatre".

"Como o bem-estar e a segurança de nossos convidados, elenco e equipe são nossa prioridade, a apresentação de hoje à noite, quarta-feira, 29 de setembro, foi cancelada", continuou. "Continuaremos a fornecer suporte aos membros afetados da empresa Aladdin enquanto eles se recuperam", concluiu nas redes sociais.

O cancelamento aconteceu apenas um dia após a reabertura do musical, que acontecia após a Broadway ficar mais de um ano fechada. Segundo o site Deadline, a Broadway exige que todos os membros da empresa e o público sejam vacinados contra a Covid, e que o público e funcionários fora do palco estejam usando máscaras durante a apresentação.

O acontecimento foi o primeiro e único cancelamento confirmado de uma produção reaberta, desde que o espetáculo Springsteen on Broadway deu início ao retorno da indústria em junho deste ano.

O musical de "Aladdin" foi inspirado na animação da Disney de 1992 e possui singles de Alan Menken, Howard Ashman, Tim Rice Chad Beguelin.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp: https://bit.ly/diariodolitoral
Mantenha-se bem informado.