X

Cultura

Cotidiano das catadeiras é tema de exposição no Museu do Café

Intitulada Pianistas de armazém: trabalho feminino na catação, a mostra visita a trajetória de personagens que trabalharam no setor de rebeneficiamento

Da Reportagem

Publicado em 21/11/2018 às 18:40

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O Museu do Café funciona de terça a sábado das 9h às 17h / Divulgação/PMS

A história das mulheres que exerceram a catação de café, uma das práticas mais importantes para a exportação do produto, é o tema da nova exposição temporária do Museu do Café (R. XV de Novembro, 95, Centro Histórico), a ser aberta nesta quinta (22), às 18h.

Intitulada Pianistas de armazém: trabalho feminino na catação, a mostra visita a trajetória de personagens que trabalharam no setor de rebeneficiamento, processo que elimina grãos defeituosos do lote de café, tornando-o mais lucrativo. O serviço era considerado penoso, mas, devido ao foco, destreza e agilidade das mulheres, elas ficaram conhecidas como pianistas.

Além de recursos de imagens, depoimentos, trechos de notícias e vídeos, a exibição proporcionará um ambiente temático, reproduzindo elementos cenográficos de um armazém de catação.

O Museu do Café funciona de terça a sábado das 9h às 17h e, aos domingos, entre 10h e 17h - aos sábados, a visitação é gratuita. Já a Cafeteria do Museu abre de segunda a sábado, das 9h às 18h e, aos domingos, entre 10h e 18h.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Litoral de SP tem mais de 25 mil imóveis em área de risco

Os dados foram obtidos a partir de um cruzamento entre as coordenadas geográficas do Censo Demográfico 2022, do IBGE

São Vicente

Padre que mais batizou em SV, Feliciano Martinez morre aos 86 anos

Feliciano Arrastia Martinez estava internado desde o dia 21 de fevereiro, no Hospital Casa de Saúde, em Santos

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter