X

Cultura

Companhia das Letras publicará 'Grande Sertão'

O contrato anterior com a Nova Fronteira expirou, e um grupo de editoras disputou os direitos de publicação da obra, hoje pertencente aos herdeiros de Aracy, segunda mulher de Guimarães Rosa.

Folhapress

Publicado em 23/07/2018 às 03:18

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A Companhia das Letras anunciou que adquiriu os direitos de publicação do romance "Grande Sertão: Veredas" (1956), do escritor mineiro Guimarães Rosa (1908-67). O lançamento deve ocorrer em fevereiro do ano que vem, em edição acompanhada de análises e cronologia.

O contrato anterior com a Nova Fronteira expirou, e um grupo de editoras disputou os direitos de publicação da obra, hoje pertencente aos herdeiros de Aracy, segunda mulher de Guimarães Rosa. Os outros trabalhos do autor pertencem a Vilma e Agnes, filhas dele.

Em geral, uma disputa assim envolve o montante destinado à aquisição dos direitos de publicação e um plano de comercialização e de divulgação da obra.

A Companhia das Letras informou, sem citar datas, que o título sairá pela casa em áudio, em história em quadrinhos e numa edição especial. Os valores da compra não foram divulgados.

"Grande Sertão: Veredas", obra-prima de Rosa, é um dos livros mais importantes da língua portuguesa. Conta a história do jagunço Riobaldo, que se apaixona pelo vaqueiro Diadorim sem entender bem as razões. Somente depois o protagonista descobre que ele era uma mulher disfarçada.

O épico é repleto de metáforas e neologismos. "Ao retratar o sertão mineiro com absoluta inventividade, o escritor partiu da observação da linguagem popular para criar um repertório próprio, sem se limitar a mimetizar o modo de falar sertanejo", diz comunicado da Companhia das Letras. Para a editora, a obra reflete sobre a alma humana, "atribuindo ao sertão sua dimensão universal".

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Número do efetivo policial em SP cai quase 12% em 10 anos

Associação critica a ausência de prioridade nas políticas públicas de segurança na última década

Cotidiano

Operação Verão chega a 39 mortes após homem baleado morrer em São Vicente

O confronto, que ocorreu no Jardim Rio Branco na última terça-feira (27), deixou outros 4 mortos

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter