Coluna Social Liberado Junior

confira os principais destaques da coluna desta segunda-feira, 24 de março

Comentar
Compartilhar
24 MAR 201410h56

Embolsando
No seu primeiro ano como CEO da fabricante de ketchup Heinz, o brasileiro Bernardo Hees embolsou, entre salário e benefícios, algo em torno de US$ 9,2 milhões, de acordo com documentos divulgados pela empresa.

Embolsando II
Trata-se, certamente, de uma remuneração de vulto, porém muito menos do que os US$ 110,5 milhões recebidos no ano anterior por William Johnson, seu antecessor na Heinz.

Embolsando III
Johnson era o CEO da empresa desde 1998, mas foi dispensando após a compra da Heinz pelo Berkshire Hathaway de Warren Buffett em parceria com o 3G Capital de Jorge Paulo Lemann.

Embolsando IV
Sobre o desempenho de Hees, aliás, Buffett é só elogios: “Até agora os resultados têm sido animadores”, vem dizendo o bilionário aos seus interlocutores.

Viviane Barreto, o empresário Edson e psicóloga Márcia Atik, clicados no badalado restaurante italiano  (Foto: Silvia Barreto)