X
Cultura

Cia Pé no Mundo celebra 10 anos de trajetória com circulação do espetáculo 'Fora da Caixa'

Entre transmissões online e presenciais, performance traz corpos pretos para ocupar espaços em que não estão representados, discutindo o que é o clássico, quem foi que cunhou o cânone e como podemos nos apropriar de criações sem rótulos e estereótipos

Artistas estreiam a videodança 'Fora da Caixa Repertórios Corporais' / Divulgação

É assim, revisitando pensares, coreografias e mirando novos horizontes que a Cia Pé no Mundo - formada por Cláudia Nwabasili e Roges Doglas - celebra seus representativos 10 anos de existência e resistência. Para marcar essa importante comemoração, artistas estreiam a videodança "Fora da Caixa – Repertórios Corporais". A obra surge como intervenção guiada pelas nuances visuais, arquitetônicas e cenográficas de onde são propostas. Dessa vez, o espaço escolhido para a gravação do espetáculo foi o Instituto Artium , responsável por abrigar a exposição temporária de Felice Varini, artista suíço radicado em Paris - com curadoria de Franck Marlot.

"Transitando por diferentes territórios, percebemos a ausência de corpos pretos em determinados espaços. Nos estudos oficiais da história da arte ocidental, temos pouquíssimos registros e documentações que nos representam.  Neste momento estamos refletindo sobre isso e nos perguntando: O que é o "clássico" afinal? Como construímos este imaginário de "clássico" no Brasil? Será que conseguimos furar a bolha e nos colocar fora da caixa em diversos sentidos?  A intervenção "FORA DA CAIXA" , é sobre estar fora da caixa preta, fora dos palcos e ocupando diversos espaços, mas é, sobretudo, fora da caixa no sentido de romper com estereótipos que nos colocam em alguns lugares e nos retiram de tantos outros. Para nós, a grande reflexão deste trabalho é: Qual será o clássico brasileiro no futuro?".

Partindo dessa narrativa, os icônicos bailarinos entregam uma série de exibições ao longo dos meses de maio e junho. Para abrir os caminhos, no próximo sábado e também domingo, dia 14 e 15/05, ocupam a programação no Pavão Cultural, de Campinas. Na sequência, outras apresentações, entre datas online e também presenciais, seguem até 21 de junho e passam por espaços como o Museu da Imagem e do Som de Santos e Oficina Cultural Oswald de Andrade, na capital paulista.

"Enquanto pessoas pretas, possuímos diversos referenciais que se conectam com a nossa origem ancestral. Essas referências podem e devem ser ferramentas de materialização e corporificação dos nossos fazeres. Ainda precisamos falar sobre isso. E essa necessidade de fala só revela o quanto o racismo persiste na sociedade. A arte não está isenta dessa problemática. Ela é apenas um reflexo disso tudo... E nesta intervenção afirmamos nossa pesquisa de linguagem e desenhamos novos traços a fim de ampliar nossos discursos e possibilidades"

"FORA DA CAIXA" foi desenvolvido durante pesquisas artísticas e teóricas com o apoio do Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (PROAC). Em sua base inovadora, a efemeridade do material, já que cada espaço para o qual o trabalho é levado trata-se de uma seleção das coreografias que mais dialogam com o local. Elas interferem, então, no espaço e o espaço interfere no corpo para a recriação.
Para saber mais, acesse o site da companhia

Programação completa

- Dia 14/5, sábado (exibição presencial), às 16h - Pavão Cultural - Campinas

- Dia 15/5, domingo (online), às 16h - Youtube da Pavão Cultural - Campinas

- Dia 20/5, sexta (exibição presencial), às 19h - MISS - Santos

- Dia 23/05, segunda-feira (exibição presencial), às 19h30 - Oficina Cultural Oswald de Andrade

- Dia 27/5, sexta (exibição presencial), às 19h - MISS - Santos

- Dia 10/6, sexta (presencial e online), às 19h - CRD e Youtube do CRD - São Paulo

- Dia 11/6, sábado (presencial e online), às 19h - CRD e Youtube do CRD - São Paulo

- Dia 11/06, sábado - Oficina online CRD das 10h às 13h

- Dia 21/06 terça-feira, (exibição presencial), às 19h30 - Oficina Cultural Oswald de Andrade

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Turismo

Mar doce: conheça as praias em rios, lagos e represas do interior paulista

Sem precisar ir até o litoral, em mais de 70 cidades é possível encontrar o lazer molhado, a pesca, os esportes aquáticos e muita diversão

Polícia

Suspeito de participar de execução de paciente em Guarujá é preso

A operação teve início às 5h e contou com o apoio de cerca de 30 policiais

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software