Choro com sotaque de blues no SESC Santos

Programação cultural reúne também tributo à Rita Lee e dois espetáculos circenses.

Comentar
Compartilhar
30 JAN 201320h56

Para abrir a semana do Carnaval, que tal ouvir uma mistura de chorinho com blues? Essa é a proposta de John Berman e Choro Blues Quartet, que se apresenta na quarta-feira, dia 6 de fevereiro, às 19h, na Comedoria do SESC Santos dentro do projeto Instrumental SESC Santos. A entrada é gratuita.

Embora existam diferenças nas origens, nas influências e na execução do choro e do jazz, alguns consideram que os dois estilos se identificam em certos pontos. Neste projeto temos o Maestro John Berman com seu clarinete acompanhado de bateria, o contrabaixo acústico e teclado, tocando choro em blues.

Tributo à Rita Lee

Na quinta-feira, dia 7, às 21h30, na Comedoria, Débora Paiva & Medusa Trio apresentam o show “Divina Mutante – Tributo à Rita Lee”, em que a cantora santista o trio se unem num espetáculo que apresenta músicas de diversas fases da carreira de Rita Lee, que já soma mais de 40 anos.

Músicas de Os Mutantes, como “ Ando meio-desligado”, de sua fase com o grupo Tutti Frutti, como “Ovelha Negra”, “Agora só falta você” e “Miss Brasil 2000”, além da parceria de sucesso com Roberto de Carvalho, com os hits “Doce Vampiro”, “Lança Perfume”, “Baila Comigo” e outras mais recentes, como “Amor e Sexo”.

O espetáculo reúne também pequenos textos com a trajetória da cantora. Com Débora Paiva (vocal), Milton Medusa (guitarra), Luis Pagoto (bateria), Rogério Duarte (baixo) e os músicos convidados Paulo Pagoto (teclado e vocal), e Eliana Bañeza (backing vocal).

John Berman e Choro Blues Quartet se apresenta na quarta-feira, 6 de fevereiro (Foto: Divulgação)

Circo

A programação cultural da semana termina com dois espetáculos circenses. Na sexta-feira, dia 8, às 21h, no Teatro, o espetáculo “Além da Mágica” conta a história de um mágico que relembra o início de sua trajetória no mundo do ilusionismo, no Japão. “Além da Mágica”, com Célio Amino, é baseada na vida e no ensinamento de Shunryu Suzuki (1905-1971), monge zen japonês. Enquanto ele revive os encontros com seus mestres, realiza os primeiros números de mágica que aprendeu.

No sábado e domingo, dias 9 e 10, o grupo Muccioloco Circus apresenta o espetáculo “Verão Muccioloco”, em mais uma edição do projeto Quarto de Hora, com apresentações de 15 minutos em área diferentes do SESC Santos. Durante a performance, dois palhaços praticam variadas modalidades esportivas no melhor estilo “non sense” de comédia.

Como esportistas são ótimos malabaristas! Contando com a participação do público, um apito gigante, minibicicletas, raquetes de tênis sem rede e bola de futebol “adestrada”, entre outras coisas, apresentam novas maneiras de praticar antigos esportes. As apresentações acontecem em três sessões no sábado e outras três no domingo, às 13h, 15h e 17h. O grupo volta a apresentar a performance nos dias 23 e 24.