Cecon Isabel Garcia usa a arte para homenagear a mulher

No mês da mulher, o Centro de Convivência Isabel Garcia usou a arte para mostrar a complexidade da alma feminina.

Comentar
Compartilhar
26 MAR 201411h39

No mês da mulher, o Centro de Convivência Isabel Garcia usou a arte para mostrar a complexidade da alma feminina. Programação realizada, nesta terça (25), no equipamento mantido pela Seas (Secretaria de Assistência Social) incluiu apresentação teatral da trupe Harmonia e de dança da Aisha Habib e Senhoras da Dança. Já o grupo Show Charme fez desfile de modas. A tarde festiva teve como convidados 21 idosos assistidos pela Sociedade São Vicente de Paulo.
As apresentações retrataram a força feminina, citando mulheres que se destacaram na sociedade, como Zilda Arns e madre Teresa de Calcutá. O Cecon Isabel Garcia tem frequência diária entre 150 e 200 pessoas, sendo 80% de mulheres, e idade média de 72 anos, segundo Rosa Testa, chefe do serviço. “O centro é o grande espaço de convivência desses idosos. Apesar de terem família, é aqui que eles encontram seus pares”.

Programação incluiu apresentação teatral da trupe Harmonia e de dança da Aisha Habib e Senhoras da Dança

Sheila Costa, psicóloga da Sociedade São Vicente de Paulo, explicou que a instituição organiza passeios mensais, com os objetivos de melhorar a autoestima e promover a interação social. Revelou que o grupo aguardou com ansiedade a visita ao equipamento da Seas. Expectativa confirmada por Lourdes Cordeiro, 88 anos. “A festa está ótima, bem organizada. Deu até vontade de dançar”.

Foto: Marcelo Martins