Cadeia Velha é principal palco do FESTA hoje

A partir das 19h o Movimento Teatral da Baixada Santista se reúne com a classe artística para debater sobre as conquistas culturais na região

Comentar
Compartilhar
27 AGO 2018Por Rafaella Martinez11h21
. A mostra independente tem como objetivo incentivar a produção e manter viva a discussão acerca do protagonismo da mulher no mercado cinematográfico e audiovisual. A mostra independente tem como objetivo incentivar a produção e manter viva a discussão acerca do protagonismo da mulher no mercado cinematográfico e audiovisualFoto: Divulgação

O Centro Cultural Cadeia Velha de Santos será palco hoje de dois encontros culturais dentro da programação do Festival Santista de Teatro (#FESTA60). A partir das 19h o Movimento Teatral da Baixada Santista se reúne com a classe artística para debater sobre as conquistas culturais na região.

Na sequência, a Mostra das Minas projeta filmes de mulheres no espaço. A mostra independente tem como objetivo incentivar a produção e manter viva a discussão acerca do protagonismo da mulher no mercado cinematográfico e audiovisual. 

As sessões contam com curtas-metragens seguidos de roda de conversa e têm como objetivo não só discutir os filmes exibidos, mas sua relação com o protagonismo feminino dentro e fora das telas. 

Para o FESTA 60 foram selecionados filmes nacionais e regionais com curadoria coletiva feita por mulheres atuantes do setor na Baixada Santista. A direção e coordenação geral é de Iasmin Alvarez. 

Segunda-feira, 27 de Agosto

16h – Cine Arte Posto 4 | ‘Cabaret’, na Mostra de Longas FESTA 60

12h – Praça Mauá | A Farsa do Açúcar Queimado ou A Mulher que virou Pudim, do Núcleo Sem Drama (São Paulo)

19h – Centro Cultural Cadeia Velha | Encontro ‘Pautas e Lutas’ com o MTBS

21h - Centro Cultural Cadeia Velha | Mostra das Minas

Festa e Valongo Festival realizam bate-papo

As expressões artísticas estarão em comunhão no evento Curadoria Aberta, que leva um pouco do Valongo Festival, de fotografia, à programação do 60º Festa – Festival Santista de Teatro. 

O encontro, marcado para terça-feira (28), às 19h, na Doca Valongo (Rua Tuiuti, 26), traz uma conversa sobre a linguagem das performances e obras cênicas. 

Diane Lima, curadora do Valongo Festival, encontra o diretor teatral Diego Pinheiro, que apresenta o processo de criação de seu mais recente trabalho, Quaseilhas, montado pelo grupo de pesquisa e criação artística Àràká. Outras informações https://goo.gl/zJBwiV.