Banda Sinfônica do Estado mostra sua arte, domingo (16), em São Vicente

Concerto será gratuito no auditório do Sest/Senat. Os convites são limitados e podem ser retirados com antecedência na sede da Secult

Comentar
Compartilhar
11 MAR 201415h01

Criada há 25 anos, como um dos corpos estáveis da Secretaria de Estado da Cultura, a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo vem à São Vicente no próximo domingo (16), para um concerto gratuito no auditório do Sest/Senat (Praça Alberto Panzan, 151 - Náutica III), a partir das 11 horas. A apresentação é uma realização da Secretaria Estadual de Cultura e Instituto Pensarte, com promoção da Secretaria da Cultura de São Vicente e apoio do Sest/Senat.

A Banda Sinfônica do Estado de São Paulo é considerada um dos principais grupos sinfônicos do País, conhecida internacionalmente. No repertório do concerto, sob a regência do maestro titular e também diretor artístico do grupo, Marcos Sadao Shirakawa, oito temas populares que resultam em espetáculo com cerca de uma hora de duração.

O programa contará com Alfred Reed – A Jubilant Overture; Giuseppe Verdi – Nabuco; Heitor Villa Lobos - Prelúdio Bachianas Brasileiras nº 4; Philipe Sparke – The Four Noble Truths – III e IV mov; . Wittrock – Lord Tullamore; George Gershwin – Am American in Paris; Astor Piazzolla – Libertango; e Duda – Suite Pernambucana.

Os convites são limitados e podem ser retirados com antecedência na sede da Secult (Av. Embaixador Pedro de Toledo, 593, Gonzaguinha). O Sest/Senat dispõe de estacionamento facilitado.

A Banda Sinfônica do Estado de São Paulo vem à São Vicente no próximo domingo (16), para um concerto gratuito (Foto: Divulgação)

O maestro - Marcos Sadao Shirakawa é bacharel em Trombone pela ECA-USP.Estudou teoria e instrumento no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo e no Conservatório Musical Brooklin Paulista. Primeiro trombone da Banda Sinfônica do Estado, integrou a Orquestra Experimental de Repertório e Orquestra Sinfônica de Santo André e participou de vários Festivais de Música no Brasil (Campos do Jordão, Tatui, Prados), Argentina e Áustria.

Estudou regência com o maestro Carlos Moreno e em 2005, atuou como regente convidado da 1ª Conferência de Bandas Sinfônicas da África do Sul. Foi regente assistente da Banda Sinfônica Jovem do Estado no período de 2000 à 2009. Atualmente é ainda regente da Banda Sinfônica de Cubatão.

Banda Sinfônica

A Sinfônica do Estado é uma formação musical em que predominam instrumentos de sopro e percussão, com piano e contrabaixos. Formada por 82 músicos, dedica-se à difusão da música de concerto e ao incentivo de novas composições e arranjos para esta formação instrumental. O grupo foi consolidado em 1989, com a criação da Universidade Livre de Música.