Banda Marcial de Cubatão participa do Santos Jazz Festival neste sábado

Apresentação será às 14h30 nos Arcos do Valongo. Concerto conta com muito rock and roll e participação do guitarrista Milton Medusa

Comentar
Compartilhar
26 JUL 2018Por Da Reportagem21h50
A apresentação gratuita será às 14h30 nos Arcos do ValongoA apresentação gratuita será às 14h30 nos Arcos do ValongoFoto: Reprodução

A Banda Marcial de Cubatão é, mais uma vez, convidada especial do Santos Jazz Festival na tarde deste sábado (28). A apresentação gratuita será às 14h30 nos Arcos do Valongo, espaço para eventos situado no Centro Histórico de Santos. Esta é a quarta vez em que a Marcial se apresenta no Festival, levando repertório diferenciado com sua formação de orquestra de metais.

Sob a batuta de seu regente titular Alexandre Felipe Gomes, o grupo artístico cubatense contará com a participação de Milton Medusa, músico da Baixada Santista e referência nacional na guitarra instrumental.

No set list da Marcial estarão sucessos do mais puro jazz, além de clássicos do rock em parceria com Medusa: canções de Black Sabbath, Scorpions, Iron Maden, Beatles, Queen, Eric Clapton, Ozzy Osbourne, Guns and Roses, Deep Purple e até Elvis Presley.

"Levaremos um pouco do espetáculo intitulado 'Hoje é Dia de Rock, bebê!!' que já apresentamos em Cubatão e Praia Grande. É um concerto cheio de energia e que mostra uma outra faceta da Marcial, unindo seus poderosos metais à guitarra 'nervosa' do rock and roll", afirmou o maestro.

Milton Medusa

Guitarrista profissional desde 1988, nascido em Santos, Milton Medusa atuou com as bandas Oryon, V2 e Xandra Joplin, entre outras. É professor do Instituto de Guitarra e Tecnologia de São Paulo, o IG&T. Seu trabalho de maior destaque é o Medusa Trio, que desenvolve repertório instrumental de blues e rock.

Como guitarrista, já acompanhou Frejat, Percy Weiss, Willie, Serguei, Mozart Mello e Kiko Muller. Escreveu matérias para as revistas Guitar Class e Guitar Player, além do IG&T Book. Participou de shows de André Christóvam, Made in Brazil, Golpe de Estado, Robertinho de Recife, Kim Khel e os Kurandeiros, e fez workshop com Fabiano Carelli, guitarrista do Capital Inicial. Medusa é um nome consolidado da guitarra instrumental na Baixada e no Brasil.