SABESP AGOSTO DESK TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Artista transforma contas em heróis geek

Fernanda afirma que a ideia de criar personagens começou como terapia

Comentar
Compartilhar
09 DEZ 2019Por LG Rodrigues09h30
Fernanda transformou material artesanal em personagens de filmes, séries, animações e videogamesFoto: LG RODRIGUES / DIÁRIO DO LITORAL

O trabalho de Fernanda começa com pequenas e coloridas contas, também conhecidas como 'beads', em sua mesa de criação, e termina com super heróis, vilões, bruxos e até videogames prontos para decorar mesas e quartos de fãs Brasil afora.

Fernanda da Cruz Ribeiro, de 31 anos, afirma que a ideia de criar os personagens de contas começou como uma terapia depois de um primo seu que vivia na Holanda ter lhe apresentado a técnica artesanal.

"Eu o vi fazendo, achei interessante, gostei muito e adotei como uma terapia. Percebi que era minha praia, 'minha onda', e decidi que ia arriscar. A primeira leva de personagem de contas ele trouxe de lá", afirma.

Uma vez que já havia se familiarizado com as técnicas de colagem utilizadas para criar as decorações, Fernanda afirma que passou a fazer experimentos diferentes para tentar adaptar o que havia aprendido com a 'matéria prima' que ela conseguiu obter aqui no Brasil.

"Fui testando com outros materiais e descobri que haviam mais marcas de contas aqui do que havia na Holanda e comecei a fazer uma importação. Tudo começou em família".

A artista explica que o material usado para criar suas decorações geeks é conhecido como 'beads', também chamado de contas.

"Há várias marcas e elas são mais conhecidas por seus nomes como, por exemplo, a 'hama' e eu uso uma que acho mais maleável, prática e tem um brilho maior. Como me dei bem, comecei a usar e atender a pedidos de pessoas que queriam decorações com seus personagens favoritos", afirma Fernanda.

Todo esse trabalho começou apenas em agosto e apenas quatro meses depois disso, a empreendedora já está com a agenda cheia para colocar sua loja em diversos eventos por toda a Baixada Santista durante os finais de semana.

Com a demanda e o reconhecimento de seu trabalho, nasceu então a Telúrica, marca, e loja, criada por Fernanda e que hoje já conta com páginas tanto no Instagram quanto no Facebook para atender a pedidos e orçamentos.

E o catálogo da Telúrica tem praticamente tudo que um grande fã de personagens geeks pode estar procurando, desde mandalas, móbiles, apanhadores de luz e estatuetas de personagens a até mesmo figuras adesivas, chaveiros e imãs.

"Todo mundo fala que nunca viu [o material de beads] e quer saber o que é e acaba levando alguma peça. A temática geek é a minha praia, tenho anos e mais anos de jogos e foi algo que começou mesmo mais por personagens que eu gostava, como Sailor Moon e Marvel e depois disso fui expandindo para outros ramos", explica.

A recepção nos bazares têm sido muito boas e Fernanda diz que tem sonho de ter uma loja física, mas acredita que por hora ainda seguirá atendendo aos clientes em bazares e por encomendas feitas pela internet.

Caso Fernanda não possua um item de alguma animação, game, ou série, ela diz que pode atender ao pedido mesmo assim e tentar criar algo exclusivo desde que se sinta satisfeita com o resultado e que seja algo que vá agradar ao cliente.

"Eu levo cerca de uma hora para fazer um chaveiro, mas as estátuas e adesivos maiores consigo fazer em torno de meia hora dependendo do trabalho. Criar dá mais trabalho porque gosto de deixar as peças no formato 'chibi'", conclui.

E quem quiser encontrar a Telúrica e a Fernanda tem duas opções, a primeira é procura-la nos bazares. Neste fim de ano, ela marcará presença nos dias 7 e 8 no Mendes Convention Center participando da Gran Expo e no dia 21 no bazar Free Shop no Colégio São José. Se não der pra sair de casa, também não tem problema porque a Fernanda pode ser encontrada no www.facebook.com/telurica.artesanal/ e também no instagram com o perfil telurica.artesanal além do email [email protected]