Apresentações do Coral Canto Mágico em Cubatão, Guarujá e Santos

Comentar
Compartilhar
27 NOV 2019Por Da Reportagem11h45
Coral Canto Mágico, que se tornou uma referência regional e estadual, é patrocinado pela Petrobrás desde sua criaçãoFoto: Divulgação

O Coral Canto Mágico encerra as comemorações dos seus 25 anos de existência com o  espetáculo de encerramento de ano das crianças e adolescentes Mágicas Musicais. Todas as apresentações são abertas ao púbico. O patrocínio é da Petrobras/ Governo Federal, por meio do programa Petrobras Socioambiental. Apoio Rotary Cubatão e Prefeitura de Cubatão.

No dia 28/11, às 19h30 é a vez das crianças e jovens entrarem em cena, com o espetáculo Mágicas Musicais: nasce uma ideia. Ambas no Bloco Cultural de Cubatão (Praça dos Emancipadores s/nº). Em 04 de dezembro,  às 19h30, o espetáculo se apresentará no Teatro Municipal Procópio Ferreira, na Enseada, Guarujá e dia 09, às 17h30, haverá uma       apresentação na Câmara Municipal de Santos (Praça Tenente Mauro Batista de Miranda, 01, Vila Nova).

História

Com mais de 20 apresentações por ano, o coral encanta por onde passa. O Canto Mágico foi criado em 23/jun/94, pelo qual já passaram mais de 2 mil crianças e jovens de 6 a 17 anos. O projeto é patrocinado pela Petrobras / Governo Federal e tem apoio do Rotary Club de Cubatão e da Prefeitura de Cubatão. Atualmente, é composto por 65 coralistas, e cerca de 10 profissionais que atuam em diversas áreas – regência, aulas, coordenação, administrativo e comunicação. Entre os profissionais, está  Juliana Góes Ramos, que iniciou como coralista, foi pianista e hoje é atual regente.

Com uma metodologia própria, o coral não realiza testes para inserção de novos coralistas. “Realizamos uma audição com todos os interessados para classificar o timbre vocal. Não reprovamos nenhuma, pois não existe criança desafinada, mas em desenvolvimento. Quanto mais ela tiver contato com a música, mais ela desenvolverá a aptidão”, explicou Sônia Onuki, coordenadora do Projeto.

Os ensaios começaram no antigo Conservatório Municipal (hoje Escola Técnica de Música e Dança Ivanildo Rebouças da Silva), passando pela UME Minas Gerais e, há doze anos, é realizado no Rotary Club de Cubatão, na Vila Nova. Os coralistas têm aulas de técnica vocal, percussão corporal, expressão cênica, além dos ensaios de repertório. Além do coral, a associação passou a atuar com a capacitação de educadores em Música e Cênica.