FEMINICIDIO

URGENTE: Ônibus que voltava para Cubatão capota e deixa dezenas de mortos

Acidente ocorreu por volta das 21h30 deste domingo (09)

Comentar
Compartilhar
10 JUN 2019Por Folhapress01h15
O ônibus pertence à Brasil Santana Transporte, de Praia GrandeFoto: Arquivo Pessoal

Um acidente entre um ônibus e ao menos outros cinco veículos deixou dez pessoas mortas e 51 feridas na noite deste domingo (9), na região de Campos do Jordão.

A ocorrência foi registrada no km 31 da rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro. O ônibus era de turismo e levava um grupo que fazia excursão na cidade serrana do interior paulista de volta para Cubatão.

Segundo o Corpo de Bombeiros, oito adultos e duas crianças morreram no acidente. Os feridos foram levados para hospitais de Pindamonhangaba, Taubaté e Campos do Jordão. Cerca de 19 carros dos bombeiros foram deslocados para atender a ocorrência.

Ainda não se sabe o motivo do acidente. Informações preliminares repassadas pelos bombeiros indicam que o motorista do ônibus, aparentemente sem freio, teria perdido o controle da direção, batido em outros cinco veículos que passavam pela rodovia e em seguida capotado.

Por causa do acidente, a rodovia ficou interditada em ambos os sentidos durante a madrugada, sendo liberada somente às 5h50 desta segunda (10).

O ônibus pertence à Brasil Santana Transporte, de Praia Grande. A reportagem procurou a empresa, que não quis se posicionar sobre o acidente.

Os corpos encontrados até então foram os de: 

Yago Mange, 25 anos

Jackeline Rodrigues Fernandes, 26 anos

Joziel Dourado, 33 anos

Manoella Maciel Dourado, 4 anos

Luzia Aparecida Alencar dos Santos, 32 anos

Julia Correa dos Santos, 3 anos

Doriedson Ferreira da Silva, 46 anos

Maria Ivonete Marcolino Ferreira da Silva, 41 anos

Ivan Francisco da Silva, 42 anos

Camilla Rodrigues da Silva, 23 anos

Nota de pesar

A Empresa Brasil Santana transporte, através de seu advogado, Marcelo Cruz, apresentou nesta segunda-feira (10) uma nota pública de profundo pesar, colocando-se, neste momento, independentemente de análise de responsabilidade jurídica, à disposição dos familiares. 
“Ressaltando, por fim, registramos que este é um momento de dor a todos, inclusive do representante legal, que como um pai de família, lamenta o ocorrido”, afirma a Brasil Santana.

*Com informações Da Reportagem

Colunas

Contraponto