Prefeitura de Cubatão anuncia corte de R$ 19 milhões por mês

O enxugamento de gastos envolverá até setores estratégicos, como a redução no atual contrato mantido com a gestora do Hospital Municipal

Comentar
Compartilhar
17 JUN 2016Por Da Reportagem18h51
Contrato com a atual gestora do Hospital Municipal será reduzidoContrato com a atual gestora do Hospital Municipal será reduzidoFoto: Matheus Tagé/DL

Corte mensal de despesas de R$ 19 milhões e 115 mil. Esse foi o anúncio feito ontem pela prefeita Marcia Rosa, ao reunir secretários e diretores da Administração Municipal. O orçamento realizado do ano passado foi de R$ 817 milhões, de um total previsto de R$ 983 milhões.

O enxugamento de gastos envolverá até setores estratégicos, como a redução no atual contrato mantido com a gestora do Hospital Municipal (cujo custo mensal atual  é de R$ 4,4 milhões).

A chefe do Executivo também determinou a suspensão temporária do Cartão Servidor Cidadão, onde a Administração Municipal injeta R$ 3,2 milhões mensais; a redução de horas extras; o corte nos gastos com combustível e a  devolução dos celulares corporativos. Contratos com outros setores, entre os quais o de Vigilância Patrimonial, também passarão por readequação financeira.

A prefeita justificou os cortes destacando a queda na arrecadação municipal, sentida mais fortemente este ano. Foram quase R$ 20 milhões a menos nos cofres municipais em abril, se comparado com o mesmo mês do ano passado. Em maio, a redução chegou a R$ 28 milhões.

Além dessas reduções, a Administração Municipal  arca, somente com custeio da folha de pagamento, com repasse de R$ 15,6 milhões mensais para a Caixa de Previdência, além dos R$ 17,7 milhões para o pagamento dos ativos.

Professores 

Nesta segunda-feira (20), às 15 horas, haverá uma reunião entre representantes da Prefeitura, dos professores e uma comissão de vereadores para tratar das reivindicações da categoria.

Hospital

Conforme audiência de ontem no Tribunal Regional do Trabalho, ficou definido que 30% de cada setor deverá  funcionar até a próxima terça-feira (21), dia da próxima audiência.

Marvin

 A Prefeitura se reuniu na quarta-feira com representantes da categoria para discutir o cronograma dos pagamentos. A previsão é que o impasse seja resolvido até o final desta semana, já que o sindicato da categoria não aceita que os débitos sejam pagos de forma parcelada. A Administração havia anunciado o repasse de parte do valor previsto à empresa no dia 14, o que permitiria acerto parcial de salários e benefícios. Com o impasse, o pagamento foi suspenso e a negociação continua.

Ecopag 

A Prefeitura repassou a Ecopag R$ 1,8 milhão para o pagamento dos comerciantes cadastrados no Cartão Servidor Cidadão, e está exigindo da administradora Ecopag o relatório de tudo o que foi pago aos comerciantes e prestadores de serviços cadastrados.

Esse valor quita o débito aberto até 31 de maio. A Administração está comprometida em garantir que comerciantes recebam todos os valores correspondentes às suas vendas e que os servidores possam ter reativados os créditos já concedidos.

Vale ressaltar que a retomada do Cartão Servidor Cidadão neste ano representou uma injeção de R$ 9 milhões no comércio local.