SEDUC

Festival "Música e Formação" tem oficinas artísticas, apresentação musical e bate-papo

Realizado pelo Programa Cubatão Sinfonia, a ideia é levar conhecimento e diversão de 25 a 27 de setembro aos jovens participantes do projeto sociocultural

Comentar
Compartilhar
24 SET 2019Por Da Reportagem11h55
Foto: Divulgação/PMC

O Programa Cubatão Sinfonia terá atividades diferenciadas para as cerca de 150 crianças e adolescentes que integram o projeto. É o Festival "Música e Formação", que acontece nos dias 25 a 27 deste mês, na sede do Programa, que fica na Av. Principal, 1016, na Cota 200, e conta com o apoio da Prefeitura de Cubatão.

Na quarta-feira (25), as atividades  estão centradas em bate-papo sobre a internet e segurança das crianças e adolescentes no ambiente virtual. Às 14h, a palestra "O perigo das notícias falsas – fake news" será ministrada pelo publicitário Fabiano Caldeira, que também é Secretário de Comunicação de Cubatão. Às 15h30, o tema é "Mídias sociais e segurança da informação" com participação de integrantes da empresa CMOC International Brazil.

No dia 26 (quinta-feira), a criançada vai soltar a imaginação com a Oficina de Contação de Histórias às 14h30 ministrada pela arte-educadora Nalva Leal. Mais tarde, às 15h30, vai ter Oficina de Dobraduras com Ademildes Pereira Rocha.

A programação encerra na sexta-feira (27) com atividades voltadas ao lúdico. Às 14h, a ilustradora Nice Lopes ensina a garotada na Oficina "Desenhando com carimbos". Nice Lopes é a responsável por toda parte de criação gráfica e identidade visual do Programa Cubatão Sinfonia.

Neste mesmo dia, às 16h, o Grupo Rinascita leva sua incrível Música Antiga para os meninos e meninas do Programa. Sob direção artística de André Farias,o objetivo é apresentar um pouco da produção musical dos períodos barroco, renascentista e medieval (séculos XIV a XVI) com instrumentos réplicas dos utilizados na época como alaúde, guitarra barroca, viola da gamba e percussão renascentista.

"O objetivo do 'Música e Formação' é sempre levar conhecimento e agregar informação aos alunos. Além deles aprenderem música e expressão corporal, poderão acrescentar um repertório sobre assuntos do dia a dia deles, como é o caso das palestras sobre segurança na internet", esclarece um dos coordenadores do Programa, Leandro Sampaio. Ele diz ainda que as oficinas culturais servem para que os estudantes tenham acesso ao lúdico e contato com outros segmentos artísticos como a literatura, contação de histórias, artes plásticas e ilustração.

Mudança na programação – A abertura do Festival "Música e Formação" aconteceria no dia 24 com a apresentação "É possível dançar assim" com o grupo formado por cadeirantes de Santos. Porém, a atividade precisou ser cancelada. O motivo, segundo a coordenação do Cubatão Sinfonia, é que as empresas da Baixada Santista não oferecem o serviço de transporte adaptado, não possuindo veículo para translado das pessoas e suas cadeiras de rodas. O objetivo do convite desse grupo em especial seria discutir junto às crianças, a importância da inclusão do deficiente físico.

Programa Cubatão Sinfonia – Completa 11 anos de atividades ininterruptas em 2019.  Realizado pela Associação de Amigos da Banda Sinfônica de Cubatão, oferece aulas de música – clarinete, flauta, saxofone, trompete, trombone, trompa, percussão, violão, cordas para orquestra, musicalização infantil, coral e expressão corporal/dança. Conta com patrocínio da Copebras – CMOC International Brazil, Petrocoque e Bequisa por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, ligada ao Ministério da Cidadania.

As atividades são totalmente gratuitas, garantindo o acesso a toda comunidade local e entorno. Basta a criança e/ou adolescente interessado se inscrever e deverá apenas comprovar estar matriculado e frequentando o sistema público de ensino regularmente, assim como jovens maiores de 18 anos para as vagas remanescentes. Não há processo seletivo e não é necessário ter conhecimento musical ou possuir instrumento musical próprio. O programa disponibiliza instrumentos e material pedagógico para uso em aula.

Desde 2007 o Programa recebeu mais de 2 mil crianças e adolescentes, tirando-os da ociosidade no contraturno do colégio. Em 2012, o Programa foi semifinalista do Prêmio Itaú-Unicef, selecionado entre mais de 2.922 projetos de todo o País, o que lhe garantiu o selo da Unicef, o que certifica a seriedade do projeto no atendimento à criança e ao adolescente.