Cubatão Sinfonia entra na rota do Turismo de Base Comunitária

Atualmente, o programa atende 150 crianças e adolescentes com idade entre 7 e 18 anos.

Comentar
Compartilhar
07 SET 2019Por Da Reportagem20h57
As atividades são totalmente gratuitas, garantindo o acesso a toda comunidade local e entorno.Foto: Divulgação/PMC

O programa Cubatão Sinfonia vai fazer parte da rota do Turismo de Base Comunitária (TBC) realizado nos bairros Cota. Na próxima segunda-feira (9), a partir das 14h, receberá um grupo de estudantes do da Capital que vai visitar a Cota 200 por meio do projeto Tur na Serra que coordena o TBC no local. São 43 jovens do Colégio Renascença que vão registrar com imagens e entrevistas, o projeto sociocultural que é o Cubatão Sinfonia.

O TBC tem como objetivo integrar o visitante à comunidade em que está. No caso da Cota 200, além do Cubatão Sinfonia, os estudantes devem percorrer os espaços urbanizados da Cota (casa coloridas, Mirante do Príncipe), além do Ateliê Arte nas Cotas e Nesdel – Cozinha Comunitária. É a oportunidade de mergulhar no modo de vida local e sua cultura. O TBC preza por experiências genuínas e sustentáveis. Quem opera e pratica o turismo de base comunitária geralmente está engajado na questão da sustentabilidade em todas as suas dimensões: econômica, social e ambiental. 

"Preparamos uma apresentação muito bonita para receber os visitantes. É sempre uma alegria divulgar nosso projeto", afirma Leandro Sampaio, um dos coordenadores do Cubatão Sinfonia. Ele destaca que o programa já foi tema de diversos trabalhos de universitários aqui da Baixada, mas esta é a primeira vez que recebem estudantes da Capital.

Atualmente, o Cubatão Sinfonia atende 150 crianças e adolescentes com idade entre 7 e 18 anos. Realizado pela Associação de Músicos da Banda Sinfônica de Cubatão, oferece aulas de música - clarinete, flauta, saxofone, trompete, trombone, trompa, percussão, violão, cordas para orquestra, musicalização infantil, coral e expressão corporal/dança. Conta com patrocínio da Copebras - CMOC International Brazil, Petrocoque e Bequisa, por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, ligada ao Ministério da Cidadania, além do apoio da Prefeitura de Cubatão.

As atividades são totalmente gratuitas, garantindo o acesso a toda comunidade local e entorno. Basta a criança e/ou adolescente interessado comprovar estar matriculado e frequentando o sistema público de ensino regularmente, assim como jovens maiores de 18 anos para as vagas remanescentes. Em 2019, o programa completa 11 anos de atividades ininterruptas.

Desde 2007 o Programa recebeu mais de 2 mil crianças e adolescentes, tirando-os da ociosidade no contraturno do colégio. Em 2012, o Programa foi semifinalista do Prêmio Itaú-Unicef, selecionado entre mais de 2.922 projetos de todo o País, o que lhe garantiu o selo da Unicef, o que certifica a seriedade do projeto no atendimento à criança e ao adolescente.