Biblioteca receberá apresentação de Natal da Orquestra Cubatão Sinfonia na sexta (13)

Equipe preparou músicas natalinas com arranjos diferenciados, para uma formação de cordas de uma Orquestra

Comentar
Compartilhar
11 DEZ 2019Por Da Reportagem20h58
Orquestra preparou programa com músicas temáticas para as festas de fim anoFoto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Cubatão

A Biblioteca Central de Cubatão recebe uma apresentação especial de Natal na tarde sexta sexta-feira (13). A partir de 15h, a Orquestra Cubatão Sinfonia leva sua música às dependências do espaço, que fica localizado no centro da cidade. Com temas natalinos e de fim de ano, a apresentação é uma das últimas do ano do projeto que tem revelado jovens talentos da região. A Biblioteca fica na Avenida Nove de Abril, 1977, e a entrada é franca.

A regência será do maestro titular André Farias. A equipe preparou músicas natalinas com arranjos diferenciados, para uma formação de cordas de uma Orquestra. "Não iremos com o grupo completo, porém teremos a oportunidade de oferecer a mesma qualidade que apresentamos com a Orquestra. Temos certeza de que será um concerto que vai tocar o coração da plateia", disse o maestro.

Realizado pela Associação de Amigos da Banda Sinfônica de Cubatão, o projeto Orquestra Cubatão Sinfonia conta com patrocínio da Ecovias e Petrocoque via lei de incentivo à Cultura do Ministério da Cidadania, além de apoio da Prefeitura Municipal de Cubatão.

ORQUESTRA.
O projeto musical é um braço do Programa Cubatão Sinfonia e entra em seu terceiro ano de atividades e contempla 40 jovens integrantes, divididos em naipes de cordas, sopros (madeiras e metais) e percussão. Na formação, 20% dos alunos são do Programa Cubatão Sinfonia, que participam com o intuito de que suas habilidades sejam desenvolvidas na coletividade; 80% das vagas são destinadas aos demais músicos-alunos pré-avaliados de outras instituições musicais; e 10% das vagas a alunos-músicos suplentes, estagiários.

O objetivo é viabilizar e incentivar a continuidade do estudo da música instrumental, formalizando a união de todos os alunos que frequentam regularmente as aulas teóricas. Participam moradores de Cubatão e de outras cidades da Região, especialmente aqueles inseridos em áreas de vulnerabilidade social.