Velório de Niemeyer em Brasília ficará aberto ao público por quatro horas

Ele será velado no Palácio do Planalto. Após o velório, o corpo do arquiteto deve retornar ao Rio de Janeiro.

Comentar
Compartilhar
06 DEZ 201213h54

O corpo arquiteto Oscar Niemeyer, que faleceu na noite desta quarta-feira (05), aos 104 anos, será velado no Palácio do Planalto, em Brasília.  O voo com o corpo do arquiteto vai sair do Aeroporto Santos Dumont por volta das 13h desta quinta-feira (06), rumo a Brasília, em um avião cedido pelo governo federal.

A chegada está prevista para as 14h20, na Base Aérea de Brasília. De lá, o corpo segue em cortejo em um caminhão do Corpo de Bombeiros até o Planalto onde será recepcionado pela presidente Dilma Rousseff e pelos Dragões da Independência, da guarda militar. O velório ocorrerá no salão nobre.

Ainda no Rio, dez batedores da Guarda Municipal acompanharão o trajeto entre o Hospital Samaritano, onde Niemeyer esteve internado, e o aeroporto. A missa realizada na capela do hospital terminou por volta das 11h. Emocionada, a viúva do arquiteto falou com a imprensa. "Perdi a pessoa que mais gostava no mundo, que mais amei. Vai ser difícil, mas o tempo passa. Estou muito fragilizada", disse Vera.

Ao voltar ao Rio, o corpo do arquiteto deve ser levado para o Palácio da Cidade, para uma cerimônia fechada. O velório aberto ao público será na manhã desta sexta-feira feira (7) e o enterro, à tarde, no Cemitério São João Batista.

Niemeyer estava internado no Hospital Samaritano desde 2 de novembro. Inicialmente vítima de desidratação, ele também teve problemas nos rins e era submetido à hemodiálise, além de fisioterapia respiratória. Na manhã de quarta-feira, o arquiteto sofreu uma parada cardíaca e sua respiração passou a ser mantida por aparelhos. O arquiteto completaria 105 anos no próximo dia 15.


O corpo de Niemeyer será velado em Brasília (Foto: Divulgação)

Colunas

Contraponto