X
Cotidiano

Vigilância Sanitária inicia fiscalização em hotéis e pousadas de Guarujá

Operação acontece até o dia 25; nos últimos meses foram fiscalizados 245 estabelecimentos

Os fiscais da Prefeitura analisam se o estabelecimento está respeitando a capacidade máxima de 60% de ocupação, por exemplo / Divulgação/PMG

Após fiscalização nos supermercados, restaurantes por quilo e quiosques, a Vigilância Sanitária de Guarujá iniciou, na última terça-feira (15), uma nova operação, agora nos hotéis e pousadas. As vistorias ocorrerão até o dia 25, com o objetivo de verificar se os locais seguem os protocolos de segurança sanitários instituídos, por conta da pandemia do novo coronavírus.

Os fiscais da Prefeitura analisam se o estabelecimento está respeitando a capacidade máxima de 60% de ocupação, se há o uso obrigatório de máscaras por parte de funcionários e hóspedes, álcool em gel à disposição e se as atividades de lazer estão com os horários estabelecidos.

Além disso, também estão de olho se os hotéis e pousadas fazem a limpeza constante nos ambientes com circulação de pessoas e nas superfícies, como elevadores, mesas e corrimões. Os funcionários necessitam estar paramentados, usando os EPIs de segurança, tais como termômetro e tapetes de desinfecção.

Em caso de infração, o agente fiscalizador poderá autuar o local para que seja efetuada a devida adequação dentro do prazo estipulado. Se houver descumprimento, será gerada uma multa a partir de R$ 300 reais, conforme a gravidade da violação.

Ação anterior

Nos últimos meses foram fiscalizados 245 estabelecimentos, sendo 50 supermercados, 120 restaurantes por quilo e 75 quiosques. Todas as solicitações foram atendidas e nenhuma autuação gerou multa.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Futebol

Recuperado da covid-19, Carille comanda treino, mas não irá a campo neste sábado

Carille só poderá comandar o Santos no clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, às 21h35, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela terceira rodada do Estadual

Política

Lula celebra fim do caso tríplex e ataca Moro

A juíza Pollyanna Alves, da 12ª Vara Federal Criminal de Brasília, arquivou o processo contra o ex-presidente em decisão tomada nesta quinta-feira (27). Na ação, o ex-presidente era acusado de lavagem de dinheiro e corrupção

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software